24 de maio de 2024
Campo Grande 23ºC

PERÍODO CHUVOSO

Com 86 pontos alagados, prefeita mobiliza 13 equipes na Capital

Apenas na 3ª.feira (16.abr), choveu mais de 30 milímetros na maioria das regiões da cidade

A- A+

As chuvas já causaram alagamentos 86 pontos na perifereia de Campo Grande (MS) disse a prefeitura na 3ª.feira (16.abr).

Conforme a Defesa Civil, apenas na 3ª.feira (16.abr), choveu mais de 30 milímetros na maioria das regiões de Campo Grande: Jardim Panamá (32,2mm); Vila Progresso e Santa Luzia (32,8mm); região da UFMS (31mm), região central e Shopping (26,6mm) e na região da Vila Popular e Aeroporto, 24,6mm.

Segundo a prefeita Adriane Lopes (PP), há 13 equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep) espalhadas pela cidade realizando manutenções nas vias.

A orientação é para a população ficar em alerta ao passar em pontos de risco e principalmente próximos a córregos. A precisão é de continuidade das chuvas fortes até a 5ª.feira (18.abr) em Campo Grande. 

Há 15 pontos considerados "mais críticos" na região da Lagoa Itatiaia, Los Angeles, Caioba, Nova Lima, Columbia e Nova Campo Grande.

A prefeita destacou hoje que a secretaria monitora o mapa da malha viária da cidade, que abrange 4.096 km de vias urbanas, sendo 3.080 km de ruas pavimentadas e 1.015 km de vias não pavimentadas. Ela ressaltou a atuação das equipes de manutenção diante das condições climáticas incomuns para o mês de abril. 

Adriane também mencionou a desobstrução realizada na Rua Catiguá. "Fizemos a limpeza do local, porque a população jogou lixo no local, mas nossas equipes estão monitorando outras vias que recorrentemente tem problemas em períodos de chuva como a rotatória da Mato Grosso, com a Via Parque", comentou. 

A prefeita explicou que a bacia de contenção construída nos altos da Avenida Mato Grosso foi determinante para evitar alagamentos. Quanto à obra no cruzamento da Avenida Rachid Neder com a Ernesto Geisel, avaliada em R$ 200 milhões, foi descartada devido ao alto custo. "Como é muito caro, uma alternativa que solucionará será as bacias de contenção que vamos construir nas regiões em volta, ao longo do ano", argumentou a prefeita.

Marcelo Miglioli, titular da Sisep, detalhou que seis equipes de empresas terceirizadas cuidam das vias não pavimentadas, enquanto sete equipes atuam nas vias pavimentadas. "Além de uma estrutura própria da Sisep, que conta com equipe de manutenção, limpeza, equipes da área rural, e equipes de podas de árvore e desobstrução de drenagem", concluiu.