19 de abril de 2021
Campo Grande 31º 20º

Diversidade etnicocultural da Capital é contada em livro-reportagem

A diversidade etnicocultural   que ajuda a compor a capital de Mato Gross do Sul será abordada  no  livro-reportagem  Gentes de Campo Grande. O lançamento da obra será na próxima segunda-feira (28), a partir das 19h30, no Museu de Arte Contemporânea ( Marco).

No livro integram grupos sociais que tiveram grande relevância na composição histórica da "Cidade Morena" como os Japoneses, Gaúchos, Povos do Oriente Médio e Armênia, Paraguaios, Pantaneiros, Negros, Índios na Cidade, Nordestinos. Bairros que se caracterizam pela presença marcante de migrantes vindos do interior do Estado também está registrado na publicação.

O livro reúne capítulos assinados pelas jornalistas Loisa Mavignier (organizadora), e Márcia dos Reis Meggiolaro, e artigos do sociólogo Paulo Cabral e da antropóloga Yara Penteado. A fotografia é do jornalista Everson Tavares e de apoiadores culturais que cederam fotos para o projeto. A designer Marina Granja Arakaki assina a capa, arte e diagramação. A revisão de textos é de Angela Maria Silva. Também colaboraram na produção o escritor Augusto Proença e a jornalista Marta Freire Audi.

Conforme os autores, a iniciativa visa revelar a trajetória sociocultural  que, segundo os eles, ainda é desconhecia pela maioria da população. Observamos que as tradições não permanecem intactas, estão sujeitas as transformações consequentes das novas demandas sociais e das relações interétnicas, isso envolve sentimentos de apego, desapego e absorção do novo e gera certa tensão, mas não impede a integração e a humanização nas relações e na construção da sociedade que queremos”, jornalista Loisa Mavignier.