16 de abril de 2024
Campo Grande 24ºC

DECISÃO JUDICIAL

Juiz mantém demissão de investigador da Polícia Civil em MS

Tiago foi exonerado na 6ª-feira

A- A+

O juiz Ricardo Galbiati, da 3ª Vara de Fazenda e Registros Públicos, negou pedido de liminar para suspender a demissão do investigador da Polícia Civil, Tiago Henrique Vargas, 32 anos e condenou o policial a pagar a custas processuais. Na sentença, publicada nesta 3ª-feira (21.julho), Galbiati ressalta que pedido semelhante foi feito em outra ação judicial protocolada em julho do ano passado, que está parada no Fórum de Campo Grande há seis meses, desde 9 de janeiro deste ano.

Tiago foi exonerado na 6ª-feira, 17 de julho, devido a Processo Administrativo Disciplinar, em que a ele foram direcionadas acusações de ter praticado atos de violência contra uma unidade médica.

Em nota a Polícia Civil (PC) de Mato Grosso do Sul, apoiou a exoneração do investigador alegando que ele estaria também, divulgando mentiras contra o trabalho da PC. 

No dia da sua demissão do ex-policial civil publicou vídeo em que dizia que recebeu sua demissão porque ele “falava mal do governador” [Reinaldo Azambuja].