08 de dezembro de 2021
Campo Grande 32º 22º

MPE investiga irregularidades no funcionamento do Imol

A- A+

A 34ª Promotoria de Justiça de Campo Grande do Ministério Público Estadual abriu inquérito para investigar possíveis irregularidades no funcionamento do Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) na Capital. 

O inquérito, nº nº 06.2015.00000307-7?, foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (11) do órgão.

Conforme publicação, há suspeita que Imol, que é de responsabilidade do governo estadual, esteja "operando atividade potencialmente poluidora sem licença ou autorização ambiental válida."

O inquérito será conduzido pela promotora da Justiça, Andreia Cristina Peres da Silva e tem prazo inicial de 180 dias, podendo ser prorrogado por mais 180 dias.