04 de maro de 2021
Campo Grande 32º 22º

‘Não vou pagar por serviços não executados’, diz Bernal sobre Tapa-Buracos

Para justificar a falta de pagamento de empresas que prestam serviços de Tapa-Buracos na Capital, prefeito Alcides Bernal (PP)  afirmou que os trabalhos estão pela metade no município e por conta disso tem evitado efetuar pagamentos. “Não vou pagar por serviços que não foram executados”, disse.

Segundo prefeito técnicos da Prefeitura estão fazendo análise e medicação de obras que estão sendo realizadas. “Vou chamar cada empresa para efetuar pagamento, mas antes precisamos rever valores”, afirma.  Alcides Bernal assinou contrato com cinco empreiteiras, em 11 de novembro, data em que retornou a Prefeitura de Campo Grande. A Operação "Tapa-Buraco" recebeu investimento de R$ 6 milhões.

De acordo com informações apuradas pelo MS Notícias junto aos representantes das empreiteiras o valor referente ao primeiro mês de serviço, que deveria ter sido pago no dai 11 de dezembro não foi efetuado. Empresários reclamam de falta de informações sobre previsão da data de pagamento. Segundo eles, nem prefeito nem secretários de finanças e administração informaram data do pagamento atrasado e também não confirmaram se dia 10 deste mês a Prefeitura vai efetuar pagamento referente aos serviços executados em dezembro. A contratação se deu em caráter emergencial e contratos têm duração de 90 dias e se encerram em 11 de fevereiro.