22 de maio de 2024
Campo Grande 24ºC

PREFEITURA | CRIANÇAS

Prefeitura garante alegria de crianças e adolescentes em colônia de férias

Com o objetivo de proporcionar um momento de qualidade, fortalecer os vínculos, levar o bem-estar e lazer para os usuários de forma saudável, a colônia de férias oferece atividades recreativas

A- A+

Janeiro não acabou e para aproveitar as férias escolares e sair da rotina a Prefeitura de Campo Grande estão proporcionando atividades de colônia de férias para as crianças e adolescentes que frequentam o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) de unidades da Rede Municipal de Assistência Social, que terminou o ano de 2022 atendendo pelo menos 1.600 mil usuários.

Com o objetivo de proporcionar um momento de qualidade, fortalecer os vínculos, levar o bem-estar e lazer para os usuários de forma saudável, a colônia de férias oferece atividades recreativas, dinâmicas, gincanas, passeios e esportes para a turminha.

As ações também são pautadas no foco da formação da cidadania, na defesa e afirmação dos direitos e no desenvolvimento de capacidades para o enfrentamento da vulnerabilidade social. As atividades são promovidas pelas unidades de Cras e Centros de Convivência, promovendo experiências lúdicas, culturais e desportivas como formas de interação, aprendizagem, sociabilidade e proteção social.


No Centro de Convivência Tijuca II enquanto as aulas não começam a criançada participa de brincadeiras, atividades ao ar livre, trabalho em equipe e competição. Com 131 crianças e adolescentes na faixa de 06 a 17 anos matriculados no serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, a coordenadora Marlene Carvalho, enaltece o trabalho desenvolvido durante o período de férias.


“A colônia de férias é de suma importância, pois estimula a criatividade, habilidades motoras e raciocínio lógico, incluindo crianças e adolescentes com deficiência, retirados do trabalho infantil ou submetidos a outras violações. Sem contar que é recheada de atividades lúdicas, jogos e brincadeiras, sempre acompanhada de músicas, pensando na vida saudável e alegria de nossas crianças”, afirmou Marlene.

As unidades contam com equipe de técnicos, recreadores e professores de educação física capacitados para atender as demandas de cada Cras e Centros de Convivência, contribuindo para ressignificar as vivências e favorecer a prevenção de situações de risco social.


No Cras Moreninhas, cerca de 75 crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos participam do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos. Segundo a coordenadora, Ana Claudia Souza, o objetivo é fortalecer os vínculos familiares e comunitários, além de promover a integração e troca de experiências entre todos os participantes. “A colônia de férias oferece de forma saudável e dinâmica uma oportunidade de eles aproveitarem. Estamos desde dezembro oferecendo atendimentos socioeducativos que consistem em ações de entretenimentos por meio de práticas educativas e multidisciplinares”, disse a coordenadora.

O pré-adolescente Marcelo Farias, de 11 anos, frequenta o Cras há três anos e afirma que participar das atividades oferecidas pela unidade é a melhor fase das férias. “Ficar em casa sem fazer nada é chato, aqui a gente aprende muitas atividades e aprendemos a trabalhar em grupo. A colônia de férias é muito boa, o que eu mais gosto é o bingo porque quem acerta ganha brinde e marca pontos para a equipe”.

Para Kemilly Vitória Crisanto, 10 anos, participar de momentos como estes é gratificante. “A nossa colônia de férias está sendo muito divertida, eu amei o passeio no Parque Jacques da Luz, foi incrível, e além das brincadeiras e atividades é importante para o nosso aprendizado”, destacou.

A programação especial de férias também inclui Centros de Convivência de Idosos, como o Piratininga, que no dia 12 de janeiro levou 40 usuários para conhecer a Cidade do Natal, que funcionou até dia 15 de janeiro e o Centro Dia PCD, que organizou um passeio ao Bioparque Pantanal para 17 usuários atendidos na unidade.