27 de fevereiro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Prefeitura revoga contrato com empreiteira que paralisou obra de Ceinf no Oliveira III

Prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) publicou nesta segunda-feira (11) no Diário Oficial do Município revogação do primeiro termo aditivo celebrado em 14 de maio de 2013 sobre contrato nº186 de 22 de junho de 2012 com a Empresa Selco Engenharia Ltda.

O termo celebrado refere-se à construção do Centro de Educação Infantil do Residencial Oliveira III. À época da celebração do contrato, na gestão do então prefeito Nelson Trad Filho (PTB), a obra havia sido orçada no valor de R$ 2. 119.411,45 milhões.

Segundo moradores do local, a obra está paralisada há mais de um ano. “Uma vez caiu uma placa e funcionários da Selco foram lá para levantar a placa. A gente perguntou para eles quando terminaria a obra, mas eles falaram que a obra estava parada por falta de pagamento. A obra está parada há um ano e meio”, disse o comerciante Aldo Ferreira da Silva ao MS Noticias,  que reside há 12 anos no bairro. 

Mulher tira a própria vida em casa que já morreu dois no Aero Rancho
SUICÍDIO
há 16 horas

Mulher tira a própria vida em casa que já morreu dois no Aero Rancho

De Naviraí para o mundo: Ex-manicure é top model destaque em desfile de Milão
MILÃO FASHION WEEK
há 18 horas

De Naviraí para o mundo: Ex-manicure é top model destaque em desfile de Milão

Temporada de pesca retorna com Carteira Digital obrigatória
PESCARIA
há 18 horas

Temporada de pesca retorna com Carteira Digital obrigatória

IPF MS e FundTur vão fazer um estudo inédito no país de toda cadeia do Turismo de MS
TURISMO
há 19 horas

IPF MS e FundTur vão fazer um estudo inédito no país de toda cadeia do Turismo de MS

Vizinha tem casa invadida por homem que ameaça e persegue marido com foice
POLÍCIA
há 19 horas

Vizinha tem casa invadida por homem que ameaça e persegue marido com foice

Após conflitos com Bolsonaro, presidente do BB "pede para sair"
CANSAÇO
há 19 horas

Após conflitos com Bolsonaro, presidente do BB "pede para sair"