12 de junho de 2021
Campo Grande 25º 14º

Santa Casa reduz em 40% valor pago a autônomos e empresas terceirizadas

A- A+

Sem recursos para pagar todos os funcionários e prestadores de serviço da Santa Casa de Campo Grande e para não descumprir acordo judicial de não atrasar salário dos funcionários com carteira assinada, a diretoria da ABCG (Associação Beneficente de Campo Grande) irá pagar apenas 60% do valor devido a autônomos e terceirizados.

Conforme nota da assessoria do hospital, a medida foi a única alternativa encontrada pra cumprir o acordo feito com Ministério do Trabalho no último dia 30 de novembro quando houve uma reunião,requerida pelo Sindicato dos Médicos e diretoria Clínica da Santa Casa, na qual, por orientação do Promotor de Justiça, foi deliberado que todos os funcionários contratados na modalidade CLT recebessem seus respectivos salários integralmente.

O pagamento parcial dos autônomos e terceirizados será feito em datas diferentes. Dia 14 de novembro, na próxima sexta-feira, os prestadores de serviço profissionais autônomos  receberão e os profissionais pessoas jurídica terceirizados receberão até o dia 25 de novembro. Segundo o presidente da ABGC, Wilson Teslenco, a situação do hospital se agrava a cada dia,em especial devido à falta de contratos assegurados junto ao município de campo Grande, responsável pela saúde pública. "Estamos tentando uma conversa com prefeito, mas até agora nada. O Reinaldo (Azambuja governador eleito) se prontificou a ajudar e está tentando marcar uma reunião com Olarte até segunda, vamos aguardar", explica.

Heloísa Lazarini