22 de junho de 2024
Campo Grande 31ºC

Vereadores votam a favor de reajuste salarial que pode chegar a R$ 18,7 mil

A- A+

A Câmara Municipal de Campo Grande vota amanhã, o projeto de lei que deve reajustar o salário dos vereadores, que pode saltar de R$ 15 mil para a faixa de R$ 18,7 mil. Ao que tudo indica, o projeto será aprovado, pois os parlamentares destacam o “efeito cascata”, ressaltando que o projeto já foi aprovado no Congresso Nacional  e em Mato Grosso do Sul, os deputados terão o reajuste, o que leva os vereadores a aumentarem seus salários, já que eles devem receber por lei, 70% do salário dos deputados estaduais, que passa a valer na próxima legislatura, em 2017.

O vereador João Rocha (PSDB) afirmou que votará a favor e acredita que o projeto será aprovado, já que o pagamento é feito através do duodécimo da Câmara de Vereadores. “Vamos discutir o projeto amanhã, mas acredito que ele será aprovado sim. Tem o efeito cascata e todos tem conhecimento disso, o valor será aumentado em cima disso. Votarei a favor sim”, explica o vereador.

Concordando com as afirmações do tucano, o vereador Edil Albuquerque (PMDB) que está no 5° mandato, destacou que votará a favor  e ao ser questionado sobre a crise financeira que Campo Grande está passando, o peemedebista explica que os parlamentares devem votar ou não a lei e a responsabilidade de angariar recursos cabe à prefeitura da Capital.  “Essa questão do reajuste é o efeito cascata, é a lei e amanhã vamos discutir na Câmara e votar o projeto”, diz o parlamentar.

O petista Zeca do PT, que foi eleito como deputado federal destacou que retorna amanhã de Brasília e discutirá o projeto com os demais parlamentares e garante que votará a favor do projeto. “Amanhã nós vamos discutir, mas acredito que será aprovado,  funciona como efeito cascata”.

Dany Nascimento