22 de outubro de 2020
Campo Grande 32º 22º

Alceu Bueno está impedido de entrar no depósito Bueno interditado pela prefeitura

O vereador Alceu Bueno (PSL) que esta semana não compareceu a nenhuma sessão da Câmara para evitar conversar com a imprensa sobre a interdição e seu depósito de material de construção, está impedido de entrar no local sequer para retirar documentos ou qualquer tipo de objeto. alceu montagem A informação é a da 26ª Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, que solicitou ao MPE, a recomendação de interdição. O Depósito Bueno foi interditado por operar sem, licença ambiental e por estar instalado em uma área pública sem autorização. Conforme a promotoria, caso Alceu Bueno tenha ainda intenção de retomar as atividades do depósito, ele deve procurar a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) para solicitar a licença ambiental e o processo será analisado. No entanto, devido ao fato de ser uma área pública destinada para construção de casas populares, a probabilidade de a prefeitura conceder a licença é mínima, conforme a promotoria explica, até porque existe o agravante de Alceu estar operando no local que é localizado em frente a um posto de saúde. Outro agravante é que o vereador teve oportunidade de resolver seu problema e se adequar às normas ambientais em 2012 quando foi notificado pela prefeitura. Alceu teve nova oportunidade para trabalha dentro da lei em maio de 2013, mas não o fez, preferiu permanecer à margem da lei. Alceu ocupa a área pública há quase 20 anos, segundo os moradores da região, que reclamam da sujeira que o Depósito Bueno leva para toda extensão do local. O chão e a entrada do posto de saúde Güntehr Hans chegam a ficar coberto de terra vinda do depósito. Houve casos de crianças, que moram vizinhas ao depósito, serem obrigada a fazer tratamentos de inalação devido à poeira.