21 de abril de 2021
Campo Grande 32º 18º

BASTIDORES

Após Maia, ACM Neto 'vaza' filiação de Bolsonaro ao DEM; Mandetta avalia deixar o partido

Henrique Mandetta, disse, porém, que antes de formalizar uma saída da sigla, deve ouvir o presidente do partido

A- A+

A fala de ACM Neto precipitou discussões internas sobre as eleições presidenciais — e pré-candidatos, como Luiz Henrique Mandetta, avaliam deixar o partido.

O demista disse ao “Em Foco com Andreia Sadi”, na GloboNews, que o partido não descarta apoiar Jair Bolsonaro na eleição de 2022.  

Com isso, nesta 2ª-feira (8.fev) o DEM já agendou uma reunião para o próximo dia 24 de fevereiro, em Brasília.  

Henrique Mandetta, disse, porém, que antes de formalizar uma saída da sigla, deve ouvir o presidente do partido. Mandetta estará na reunião em Brasília pós feriado de Carnaval.  

Nos bastidores, Mandetta repete a interlocutores que o movimento de Neto “tira confiança” de que o partido poderá capitanear uma candidatura presidencial. O ex-ministro é, hoje, o principal nome do partido para concorrer ao Palácio do Planalto contra Bolsonaro em 2022.

O MS Notícias levantou a fala do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que também ventilou em entrevista ao Valor Econômico, que Bolsonaro pode filiar-se ao DEM para concorrer a presidência em 2022.  

Alguns partidos já procuraram Mandetta oferecendo espaço na sigla, se isso se confirmar.

FONTE: G1.