27 de fevereiro de 2021
Campo Grande 32º 22º

Após ser preso, Giroto deixa presidência do PR e quem assume é Londres Machado

Leia também

• Lama Asfáltica: Londres deve assumir presidência do PR e Giroto sair do partido

• Edson Giroto é liberado da prisão e deixa Garras durante madrugada

Como MS Noticias havia divulgado na última terça-feira (10), o ex-deputado federal, Edson Giroto (PR) deixou de presidir a Executiva Regional do Partido da República, em Mato Grosso do Sul. A confirmação foi dada nesta quarta-feira (11), por meio da assessoria de imprensa da Executiva Nacional. No lugar, assume o ex-deputado estadual, Londres Machado que retornará ao antigo posto.

Segundo Londres, Giroto havia encaminhado ofício a Brasília solicitando seu afastamento da presidência do diretório no início da operação Lama Asfáltica, na qual é alvo das investigações. “Ele [ Giroto] também pediu para sair do partido”, informou Londres.

Edson Giroto foi preso na manhã desta terça-feira (10) em função da investigação de contrato efetuado com a empresa de João Amorim, quando o ex-deputado era secretário de obras do governo de Mato Grosso do Sul. 

Segundo investigações do MPE ( Ministério Público Estadual), a Proteco Construções Ltda teria obrigação de “recuperar a estrutura da faixa de rolamento da Rodovia MS-228, com aplicação de revestimento primário e implantação de dispositivos de drenagens na rodovia MS-228 no município de Corumbá, porém as obras não foram executadas. O republicano foi solto na madrugada desta quarta-feira (11).

Sobre a prisão do correligionário, Londres Machado foi sucinto. “Não vou fazer nenhuma avaliação agora. Temos de esperar o resultado das investigações para depois avaliarmos”, resumiu o ex-deputado.