02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Bernal se diz convicto da culpa de Olarte e exige 'condenação justa' do vice-prefeito

A- A+

O prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), conversou com imprensa nesta sexta-feira (27) ao chegar ao TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) onde acontece oitiva com testemunhas do processos em que vice-prefeito Gilmar Olarte é réu por lavagem de dinheiro e corrupção passiva, e afirmou que esperar ver Gilmar Olarte condenado.

Segundo Bernal, mesmo que defesa do vice-prefeito, não solicite seu depoimento, embora ele tenha sido convocado pela defesa e Olarte, ele faz questão de dizer o que sabe ao desembargador Luiz Claudio Bonassini da Silva.

“Vou querer falar porque tenho muita coisa para esclarecer à Justiça. Eu não sabia de nada disso, soube quando todo mundo soube, às vezes, em alguns momentos, desconfiei, mas acreditei nele (Gilmar Olarte)”.

Além de Bernal, também foram convocados ex-governador André Puccinelli (PMDB), que está no TJMS, o ex-prefeito da Capital, Nelson Trad Filho (PTB) e vereador Mario Cesar (PMDB). Os dois últimos não compareceram e solicitaram exclusão da lista de testemunhas.

Bernal disse que espera condenação de Olarte, pois tem “convicção” que vice-prefeito é culpado. “Tenho convicção que Olarte é culpado e quero que ele receba pena justa.”