08 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 17º

Cabo Almi defende condições de trabalho e PEC 300

O deputado Cabo Almi (PT) é o presidente da Comissão de Segurança Pública e Defesa Social da Assembleia Legislativa, ele reivindica melhores condições de trabalho e melhores salários para todos os policiais e questiona a disparidade de salário entre o Mato Grosso do Sul e outros estados . Cabo Almi defende a PEC 300 que acomoda na constituição o piso de policiais e bombeiros.

Cabo Almi

O parlamentar já ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa onde repercutiu dois homicídios em que as vítimas são policiais militares, o caso do sargento João Kenedy Campos Miranda, e o de um PM aposentado de 53 anos encontrado sem a cabeça no dia 9, no Inferninho, em Campo Grande. Cabo Almi acredita que em um momento que a sociedade está pedindo justiça através de manifestações a proposta da PEC 300 não está sendo levada a sério. Também acredita que o governo só cobra os policiais, mas no momento em que eles reivindicam seus direitos, não são ouvidos.

O deputado questiona a diferença de salário entre os policiais de Brasília e os policias de Mato Grosso do Sul. “Porque pode custear um alto salário em Brasília e aqui não? Eu não vejo o porquê da diferença”.

Um dos caminhos sugeridos pelo deputado para começar a melhorar as condições dos policiais seria o investimento de parte do pré-sal nesse setor, e não apenas na educação e saúde.

Tayná Biazus