03 de agosto de 2021
Campo Grande 30º 14º

Câmara "intima" secretário de Bernal sobre planta genérica do IPTU e pagamento de comissionados

A- A+

Após o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) reajustar por meio do decreto nº 12.744, o valor do (Imposto Predial e Territorial Urbano) IPTU em 9,57% para 2016, no dia 14 de novembro, a polêmica está longe de ser esquecida pelos vereadores de Campo Grande. 

Ao final de sessão na Câmara Municipal desta terça-feira (15) os parlamentares convocaram o secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle, Disney de Souza Fernandes para apresentar a planta genérica do IPTU (que é utilizada como base de cálculo para atualização do cadastro imobiliário), nesta quarta-feira (16) às 9 horas no plenarinho da Câmara. A expectativa é que Disney explique quais foram os critérios para a aplicação do reajuste no imposto. 

No mês passado, a Casa cobrou a apresentação da planta genérica e um dos fortes oposicionistas de Bernal, o vereador Paulo Siufi (PMDB), atacou o prefeito chamando-o de “safado e burro”, em relação à alteração na taxa do IPTU de 9,57%. 

“Minha preocupação é sobre esse aumento por decreto, ele diz que é maduro, mas para ser maduro ele precisa ser mais inteligente e ele é burro, e digo mais: safado. Por que se ele fizer isso ai sim ele estará fazendo um golpe, que ele sempre falou que sofreu um. Ele gosta dessa palavra, "golpe". Aqui ninguém deu golpe nele, todo mundo votou com consciência. Agora se ele quiser mexer na planta genérica para dar golpe no contribuinte é safadeza e maldade, que é típico dele”, dispara Siufi.

Na ocasião, também será cobrado pelos parlamentares o planejamento de pagamento dos servidores comissionados na época da gestão do ex-prefeito afastado Gilmar Olarte.