06 de maro de 2021
Campo Grande 28º 19º

CPI do Cimi apura influências em invasões durante oitivas nesta semana

A CPI do Cimi (Conselho Indigenista Missionário) pode trazer novidades durante a próxima semana. Isso por que podem ser ouvidos o procurador do MPF (Ministério Público Federal) de Dourados, Marco Antônio Delfino, e o produtor rural de Rio Brilhante, Raul das Neves já na próxima terça-feira (17). 

A expectativa é para que tanto Raul das Neves quanto o procurador do MPF, Marco Antônio Delfino, que atua em Dourados falem sobre as situações de conflitos nos campos, invasão de indígenas nas propriedades rurais, já que a CPI tenta apurar se existe influência para que índios invadam propriedades e também possível apoio financeiro para a prática das ocupações no Estado. 

A CPI do Cimi é composta pelos deputados Mara Caseiro (PT do B), presidente, Marquinhos Trad (PMDB), vice-presidente, Paulo Corrêa (PR), relator, Pedro Kemp e Onevan de Matos, como membros. O MS Notícias tentou entrar em contato com os membros da Comissão, porém neste feriado de 15 de novembro até o fechamento desta matéria não retornaram as ligações.