19 de maio de 2024
Campo Grande 18ºC

METROLOGIA

Credenciado por Brasília, Marcos Wasilewski é designado para assumir ordenação de despesas

Presidente regional teve delegação de competência reconhecida por Vinícius Diniz Almeida Ramos, dirigente nacional do órgão

A- A+

O diretor-presidente regional da Agência Brasileira de Metrologia (Inmetro) em Mato Grosso do Sul, Marcos Henrique Derzi Wasilewski, foi autorizado pela presidência nacional do órgão a responder como ordenador das despesas financiadas com recursos repassados por Brasília à autarquia. A designação, como encargo de competência delegada, foi sacramentada pela Portaria 33, do dia 10 deste mês, assinada pelo presidente nacional do órgão, Vinícius Diniz e Almeida Ramos, e publicada terça-feira, 13, no Diário Oficial da União.

Esta é mais uma incumbência de elevada qualificação no currículo de Wasilewski e traz importante reforço para as demandas sulmatogrossenses no âmbito da gestão federal. O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia), uma autarquia que é vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, cumpre um papel dos mais significativos no contexto do fortalecimento e da qualificação da economia.

Wasileski já acumula experiências de grande representatividade nas administrações publicas locais e nacionais. Foi titular da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) e da Hidrovia do Paraguai no Departamento Nacional de Infraestrutura de Tranbsportes. Depois, em Mato Grosso do Sul, chefiou a Fundação Estadual do Trabalho (Funtrab), no governo de Reinaldo Azambuja (PSDB), cujo sucessor, Eduardo Riedel, o chamou para diretor-presidente regional do Inmetro.  

A portaria do Inmetro, chancelada pelo ministério, delega a Wasileski competência para e"exercer o encargo de Ordenador das Despesas a serem financiadas com recursos repassados à autarquia estadual pelo Inmetro, podendo a autoridade delegada, no seu exercício, praticar todos os atos de gestão orçamentária e financeira admitidos pelas normas do direito público, com os poderes, deveres e responsabilidades inerentes".