24 de julho de 2024
Campo Grande 31ºC

Delcídio pede por campanha limpa e condena "velha política"

A- A+

O candidato ao governo do Estado, Delcídio do Amaral, afirmou na manhã de sábado, durante visita ao município de Dourados – distante 225 quilômetros de Campo Grande – que o eleitor está cansado da “velha política” e dos métodos utilizados por ela, que sempre tentou iludir  a população sul-mato-grossense com notícias falsas e acusações infundadas para tentar tirar proveito eleitoral. Delcídio declarou que “a mesma turma de sempre” não tem propostas e por esse motivo se desesperam com a possibilidade de o candidato vencer no primeiro turno, criando  factóides e desvirtuando o noticiário nacional para tentar macular sua imagem. “O eleitor é inteligente e não se deixa levar por lorota”, garantiu o candidato. Há meses, alguns jornais de Campo Grande ligados a adversários de Delcídio publicam reportagens tendenciosas para associar o nome do candidato a supostas irregularidades na Petrobras. “Saí da Petrobras seis anos antes da compra da refinaria de Pasadena e a turma aqui insiste em me envolver no negócio só para confundir o eleitor. Além disso, baseados numa gravação reconhecidamente montada,  onde meu nome é citado por terceiros, dizem que eu ajudei a fraudar a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras , sendo que nem integrante da CPI eu sou. Mas eles estão dando com os burros n’ água porque a população de Mato Grosso do Sul me conhece, sabe do meu zelo pela justiça e da correção com a qual presidi a maior CPI que esse país teve a oportunidade de acompanhar, a CPI dos Correios, onde tivemos que cortar na carne e , no final,  fomos elogiados até pela oposição”, lembrou o candidato que pediu por uma campanha limpa. Delcídio estava acompanhado do candidato a vice-governador Londres Machado (PR) e do candidato ao Senado, Ricardo Ayache (PT) percorreram durante três horas, os dois lados da Avenida Marcelino Pires e ruas transversais, onde foi recebido com carinho e manifestações de apoio. Tayná Biazus