21 de outubro de 2020
Campo Grande 29º 21º

Delcídio se reúne com Longen e Lousada para discutir aliança com PTB

Depois do convite feito, ontem, pelo pré-candidato do PSDB ao governo do Estado Reinaldo Azambuja ao PTB para que o partido indique um suplente de senador ou vice-governador na chapa tucana, o pré-candidato petista ao governo do Estado Delcídio do Amaral convocou uma reunião de emergência hoje em Brasília com o presidente do PTB, Ivan Lousada, e com o Sergio Longen, que havia sido cotado para disputar o Senado ao lado de Delcídio, mas desistiu por motivos pessoais.Segundo o presidente do PTB, a reunião deverá ser à tarde depois de um encontro que ele terá com Reinaldo Azambuja. Lousada explica que o objetivo do partido nestas eleições é eleger ao menos dois deputados estaduais e um federal. Para isso, Lousada afirma que o PTB precisa formar uma coligação livre de mandatos. "Não podemos engessar o partido e entrar em coligações que existam muitos deputados com mandatos, no caso dos estaduais, pois nossas chances de vitória acabam diminuindo", explica. Diante desse quadro, a aliança tanto com PT quanto com PSDB pode ser mais nociva que benéfica analisa Lousada, que cogita, inclusive, formar uma coligação com legendas menores para garantir duas vagas na Assembleia Legislativa. O presidente do PTB afirma que, como em política não se pode descartar nada, ele pretende hoje ouvir Delcídio e Azambuja sobre as propostas de ambos os partidos. "Depois das reuniões de hoje volto para Campo Grande para discutir com partido, pois no PTB decidimos tudo no diretório", afirma. Hoje, o PTB de Mato Grosso do Sul conta com aproximadamente 28 mil filiados e terá cerca de 1 minuto e meio de tempo de rádio e televisão durante a campanha eleitoral, sendo o sétimo partido em tempo de exibição de rádio e TV do Estado. Heloísa Lazarini