24 de janeiro de 2021
Campo Grande 29º 22º

Deputado acredita que contratação de empresa de fora para concurso da Sefaz não é uma necessidade

Após diversas manifestações da população sul-mato-grossense solicitando a suspensão do concurso da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) que oferecia vagas para o cargo de fiscal de rendas e agente tributário estadual, o governador André Puccinelli (PMDB) suspendeu o concurso, mas de acordo com deputados  estaduais do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro)  o pedido de contratação de uma empresa de outro estado pode não ser atendido.

deputado junior mochi“Como já realizamos diversos concursos e nunca tivemos problemas com lisura, acredito que não será feita a contratação de uma outra empresa, mas ainda vamos nos reunir para discutir esse assunto porque o governador ainda não se pronunciou sobre o que será feito”, explica o deputado estadual Junior Mochi.

De acordo com a Procuradoria-Geral de Justiça de Mato Grosso do Sul, o agravo regimental interposto solicitando a reformulação da decisão do TJMS (Tribunal de Justiça) para suspensão do concurso será julgado depois do dia cinco de março. Este pedido  será julgado devido ao pedido do MPE (Ministério Público Estadual) solicitando a suspensão e reelaboração das provas   por meio de uma empresa contratada, já que as provas seriam aplicadas pelo próprio executivo estadual.

Dany Nascimento