20 de janeiro de 2021
Campo Grande 30º 21º

É uma brincadeira de mau gosto, diz Louzada sobre chapa de Aluizio e Bernal

O presidente regional do PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), Ivan Louzada afirmou que a vontade de alguns membros do partido em lançar Aluízio Borges como candidato ao governo, ao lado do ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) como opção para o Senado não passa de ”uma brincadeira de mau gosto”.

Mesmo assim, o presidente destaca que uma decisão será definida na convenção do PTB, que será realizada amanhã das 9 às 12h na sede do partido e caminhará com a vontade da maioria. “Acho tudo isso uma brincadeira de mau gosto, mas se a convenção decidir que deve ser assim, vou seguir com a maioria. Acho inviável lançar candidatura sem ter opções para deputado estadual e federal, acredito que isso não vai acontecer”.

Louzada garante que durante a convenção, defenderá uma coligação com o PT (Partido dos Trabalhadores), com intuito de apoiar o pré-candidato ao governo do Estado, Delcídio do Amaral. “Eu dei a minha palavra que ficaríamos com o senador Delcídio e quero cumprir isso. Vou defender uma coligação com o PT amanhã e espero que a maioria entenda que este é o melhor caminho para nosso partido”.

Questionado sobre alguns membros não aceitarem coligar com o PT, mesmo que isso seja decido durante a convenção, Louzada ressalta que aqueles que não concordarem com a decisão da maioria poderão se licenciar do partido.

Segundo Louzada, serão 61 votos que devem definir os caminhos do PTB. “Temos 16 delegados do interior mais 45 votos que somam 61. A vontade da maioria é o que prevalece e eu vou defender que a maioria entenda que o correto é caminhar com o senador Delcídio”, finaliza Ivan.

Segundo Louzada, serão 61 votos que devem definir os caminhos do PTB. “Temos 16 delegados do interior mais 45 votos que somam 61. A vontade da maioria é o que prevalece e eu vou defender que a maioria entenda que o correto é caminhar com o senador Delcídio”, finaliza Ivan.

Dany Nascimento