22 de junho de 2024
Campo Grande 31ºC

Figueiró defende substituição de Kátia Abreu por Moka no ministério da agricultura

A- A+

O senador Ruben Figueiró (PSDB) criticou a escolha da presidente Dilma Rousseff (PT), que anunciou o nome da senadora Kátia Abreu (PMDB) para comandar o Ministério da Agricultura, e defendeu que o senador sul-mato-grossense Waldemir Moka (PMDB) seria nome ideal par pasta.

Para Figueiró, ao indicar a senadora e presidente da CNA (Confederação Nacional da Agricultura), Dilma desagradou o PMDB, expressivas lideranças da Frente Parlamentar Ruralista e amplos setores da classe rural.

“Entendo que o prudente seria a senhora presidente ouvir o produtor rural, hoje muito bem representado no Congresso Nacional, ao invés do Lula, que pouco ou nada sabe da produção de batata ou da diferença entre uma vaca Holandesa e uma Nelore”, criticou Figueiró.

O senador ressaltou a credibilidade de Moka na defesa do campo no Congresso Nacional. “Apesar de não ter um hectare sequer de terras, ele se identifica com a classe rural e o faz com discernimento, revelando-se um soldado impávido na defesa da produção rural”, disse Figueiró, sugerindo o senador sul-mato-grossense como um nome de consenso para ocupar o Ministério da Agricultura.

Heloísa Lazarini com assessoria