28 de setembro de 2020
Campo Grande 34º 24º

Governador afirma que aposta no novo e não será candidato nas eleições de 2014

O governador André Puccinelli (PMDB) voltou a falar na manhã de hoje, sobre a possibilidade de se candidatar ao Senado, garantindo que mudou de opinião, excluindo a possibilidade de concorrer a uma cadeira no Congresso Nacional.

Esbanjando bom humor, Puccinelli garantiu que aposta no novo, citando o nome de da vice-governadora Simone Tebet (PMDB) para o Senado e do secretário de Estado Extraordinário de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios, Nelson Trad Filho (PMDB) para o governo do Estado nas eleições de 2014.

“Eu vou colar meus sapatos e minhas meias na governadoria par não sair de lá. Encerro minha carreira política no dia 31 de dezembro e vou me aposentar. Os candidatos do PMDB serão Simone e Nelsinho”, afirma André.

Questionado sobre o que disse ontem, sobre se candidatar caso fosse cumprido o que foi prometido, Puccinelli brincou dizendo que ainda existe uma possibilidade de ser candidato. “Serei candidato ao Senado se todos os prefeitos dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul me pedirem”.

E o Bernal?

Mostrando imparcialidade, Puccinelli afirma que a cassação do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) deve acontecer caso seja comprovado fraude. “Se as denúncias forem comprovadas, qualquer prefeito deve ser cassado”.

Dany Nascimento e Heloísa Lazarini