17 de junho de 2024
Campo Grande 28ºC

Governador entrega últimos documentos à equipe de transição

A- A+

O governador André Puccinelli (PMDB) entregou, na governadoria, o restante dos documentos solicitados pela equipe de transição do governador eleito Reinaldo Azambuja. Os dados que faltavam se referem a informações das secretarias, fundações e entidades do governo estadual.

Segundo o governador as informações estão sendo passadas para que não haja uma futura reclamação por parte da equipe do governador eleito. "No dia 12 de novembro começamos a transição, abrindo as secretarias para as visitas e reuniões, tendo acesso aberto a todos, nós contribuímos no que foi possível, para não dizerem depois que faltou informação", afirmou Puccinelli.

Puccinelli disse também que a documentação será também entregue à imprensa   no dia 30 de dezembro. "Assim como falei em discurso na Associação Comercial, digo que vivemos no melhor Estado, na Capital mais bonita do Brasil, desejamos sucesso aos demais e bom governo, ao novo governador", disse.

A documentação entregue hoje é referente a Secretaria de Segurança Pública, Educação, Saúde, Governo, Casa Civil, Habitação, Juventude, além da Agesul, Funsau, Detran, Sanesul, Agepan, MSGás, Fertel, Fundesporte e das Subsecretarias da Mulher e da Coordenadoria para Promoção de Igualdade Racial.

De acordo com Marcelo Miglioli, coordenador da equipe de Azambuja, após esta coleta de dados a equipe irá fazer um relatório e encaminhar ao governador eleito ainda este mês. "Vamos trabalhar duro para cumprir este prazo, temos que agradecer o empenho da Thie Higushi (secretária de Administração), que conduziu uma transição muito tranquila e saudável, estabelecida desde o início". Com relação ao aumento da folha salarial, Miglioli disse que somente após a análise dos documentos poderão constatar o valor. "Já se falou em aumento de R$ 5 milhões ou até R$ 20 milhões, vamos conferir para saber o valor real", disse ele.

Estavam presentes na reunião Miglioli, Carlos Alberto Assis e Felipe Matos, da equipe de transição de Reinaldo Azambuja e da equipe do atual governador estavam Thie Higushi (Administração), Carlos Roberto de Marchi (assessor jurídico), o Neno e o diretor da Semac, Nelson Shiguenori Tshushima. O deputado Jerson Domingos (PMDB) representou a Assembleia, e o procurador-geral de Justiça de MS, Humberto Brites, o Ministério Público Estadual.

Leide Laura Meneses