28 de maio de 2024
Campo Grande 12ºC

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

Governo oferece socorro de R$ 2,8 milhões a 19 municípios de MS

'Quase todos os municípios sofreram muito neste período de chuvas', argumentou Riedel

A- A+

O governador de Mato Grosso do Sul Eduardo Riedel (PSDB), assinou nesta 3ª.feira (4.abr.23), um convênio com os 19 municípios em Situação de Emergência, decretada em decorrência das fortes chuvas ocorridas nos últimos meses no estado. 

Conforme o acordo, será feito o repasse de mais de R$ 2,8 milhões para as cidades de Jardim, Miranda, Antônio João, Rio Verde, Água Clara, Ponta Porã, Nioaque, Vicentina, São Gabriel do Oeste, Bataguassu, Bela Vista, Amambai, Corguinho, Naviraí, Juti, Caracol, Deodápolis, Tacuru e Paranhos.

"Quase todos os municípios sofreram muito neste período de chuvas. O estado ainda possui muitas estradas vacinais e com esses dois meses de chuvas intensas, praticamente todos os dias, tivemos prejuízos acumulados. O Estado vai apoiar todos aqueles que decretaram Situação de Emergência. A Defesa Civil está presente. Agora, vamos recompor a infraestrutura, terminamos uma safra, início das aulas escolares. E os municípios terão este reforço", esclareceu o governador.

Por meio da Defesa Civil, o Governo monitora esses municípios, atuando na assistência humanitária e na reconstrução de pontes e estradas. Os recursos serão aplicados na aquisição de combustível para abastecer os maquinários empregados na recuperação dos locais afetados pelas fortes chuvas.

O secretário Hélio Peluffo durante assinatura de convênio de socorro ao municípios afetados pelas chuvas. Foto: Saul SchrammO secretário Hélio Peluffo durante assinatura de convênio de socorro ao municípios afetados pelas chuvas. Foto: Saul Schramm

O secretário de Infraestrutura e Logística, Hélio Peluffo, disse durante o ato de assinatura do convênio que o Estado tem feito um esforço para atender os municípios atingidos pelas chuvas. "Faz parte do plano deste governo cuidar das cidades. As chuvas agora amenizam é preciso fazer um trabalho mais técnico para evitar no futuro grandes problemas", completou Peluffo.

Clediane Matzenbacher, Chefe do Executivo de Jardim (MS). Foto: Saul SchrammClediane Matzenbacher, Chefe do Executivo de Jardim (MS). Foto: Saul Schramm

Para a prefeita de Jardim, Clediane Matzenbacher, os recursos chegam em boa hora. "Este convênio é de suma importância até para acelerarmos os serviços. Estamos finalizando o escoamento da safra, as aulas sendo iniciadas com o transporte dos alunos. Desta forma emergencial, conseguimos adquirir combustível e colocarmos mais máquinas para atuar nas áreas mais afetadas", assinalou a prefeita.

Prefeito de Miranda, Fábio Florença, durante assinatura do convênio com o governo nesta 3ª.feira (4.abr.23). Foto: Saul SchrammPrefeito de Miranda, Fábio Florença, durante assinatura do convênio com o governo nesta 3ª.feira (4.abr.23). Foto: Saul Schramm

Já o prefeito de Miranda, Fábio Florença, relatou que o município sofreu muito com a forte chuva atípica, com estragos nas estradas por onde circulam os ônibus escolares. "Graças a Deus, o governo estendeu a mão para a gente e vamos retornar a vida normal", ressaltou.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA

No último dia 30, foi publicado no Diário Oficial do Estado, um decreto reconhecendo a Situação de Emergência nesses 19 municípios.

O documento, assinado pelo governador Eduardo Riedel, visa principalmente reforçar as ações de resposta aos estragos provocados pelas chuvas e assistir à população afetada, sob a coordenação Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec).

Pelo decreto, válido por 180 dias, estão dispensados de processos licitatórios para aquisição de bens necessários, às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas à reconstrução das áreas afetadas.