05 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 16º
RESPEITO À VIDA RAMAL ASSEMBLEIA

Inicialmente PT não irá se afastar de Bernal

Tayná Biazus

Na manhã de hoje foi aprovada na Câmara Municipal de Vereadores a abertura da CP (Comissão Processante) que irá investigar o mandato do atual prefeito Alcides Bernal (PP). O deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT) neste momento acredita unicamente no comportamento que o prefeito terá após o resultado da votação dos vereadores.

A Comissão Processante tem na mesa Edil Albuquerque (PMDB), como presidente, Flávio Cesar (PT do B) como relator e Alceu Bueno (PSL) como membro. A decisão se deu por 21 votos a favor da abertura da CP e oito contra. Os parlamentares irão investigar as denúncias que foram apontadas no relatório da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Calote, se comprovadas poderá haver a cassação do mandato de Bernal.

Os vereadores do Partido dos Trabalhadores  apoiam na Câmara o atual prefeito. Bernal também tem o apoio da bancada dos deputados estaduais petistas. A aliança entre o PP e o PT começou no segundo turno da última eleição para prefeito de Campo Grande.

Com a abertura da CP muitos se perguntam como o PT vai agir a partir de agora. Biffi afirma que inicialmente o partido não irá se afastar do prefeito. “A instalação da CP não quer dizer que o Bernal seja culpado de algo. Será investigado o seu mandato. Devemos esperar os fatos”, afirma o deputado federal.

Para o deputado estadual Cabo Almi (PT), agora é o momento de aguardar uma posição do PT, em relação ao Bernal, enquanto isso todos irão atuar da melhor forma possível neste momento.

Já o deputado Vander Loubet (PT) acredita que a instalação da CP se deu exclusivamente porque o prefeito buscou um isolamento político cometendo assim, um erro em não aceitar a ajuda de ninguém e de nenhum partido para o seu mandato. “Eu e o senador Delcídio (PT e pré-candidato ao governo do Estado) lavamos as mãos. O partido irá tomar uma decisão, ou o Bernal muda sua postura ou o partido se afasta dele”. Apesar de Loubet ter sua opinião ele também tem consciência que a CP é em maior nível político que administrativo.

A Comissão processante teve como votos a favor os dos vereadores Vanderlei Cabeludo (PMDB), Carla Stefanini (PMDB), Mário Cesar, Paulo Siufi (PMDB), Chiquinho Telles (PSD), Coringa (PSD), Delei Pinheiro (PSD), Flavio César (PT do B), Eduardo Romero (PT do B), Otávio Trad (PT do B), Chocolate, Dr. Jamal (PR), Grazielle Machado (PR), Juliana Zorzo (PSC), Professora Rose (PSDB), Alceu Bueno (PSL), Airton Saraiva (DEM), Paulo Pedra (PDT), Eng° Edson (PTB), Eliseu Dionísio (SDD) e Edil Albuquerque (PMDB).

Já, os que votaram contra a abertura foram os vereadores Zeca do PT, Alex do PT, Airton Araujo do PT, Cazuza (PP), João Rocha (PSDB), Luiza Ribeiro (PPS), Carlão (PSB) e Gilmar da Cruz (PRB).