17 de janeiro de 2021
Campo Grande 26º 23º

CORUMBÁ

Iunes pode cair após ser acusado de comprar votos para ganhar no 1º turno; tem vídeo no processo

Seu adversário emedebista, Paulo Duarte, que ficou em segundo na corrida pela cadeira da gestão da Cidade Branca, é quem move ao menos seis ações

O tucano Marcelo Iunes reeleito prefeito em Corumbá, no interior de Mato Grosso do Sul é acusado de comprar votos. Ele é alvo de investigação eleitoral por compra de votos, contratações irregulares entre outras acusações, o que pode levar à perda do cargo recém, reconquistado.

O seu adversário emedebista, Paulo Duarte, que ficou em segundo na corrida pela cadeira da gestão da Cidade Branca, é quem move ao menos seis ações por “condutas abusivas” de Iunes.

Segundo a peça, pouco antes das eleições Iunes teria se reunido com pessoas em área ocupada de forma irregular, onde prometeu expulsar às famílias no dia seguinte às eleições, ca

A investida cita reunião feita pelo tucano com moradores de uma ocupação irregular, na qual Iunes promete protelar a expulsão das famílias para depois do período eleitoral. O encontro foi gravado e o vídeo anexado aos autos.so