09 de agosto de 2020
Campo Grande 31º 16º

Novo aliado de Bernal, Paulo Pedra quer ampliar base de prefeito na Câmara para 15 vereadores

O mais novo membro da base aliada do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), vereador Paulo Pedra garantiu que irá trabalhar para conquistar maioria na Câmara de Vereadores da Capital e já antecipou que existem quatro vereadores prestes a aderir a base do prefeito. "Precisamos garantir maioria na Câmara para poder aprovar com tranquilidade os projetos do executivo. Nosso objetivo, meu, do Pedro Chaves (secretário de relações institucionais), do Marcus Garcia, (ex-presidente do PT estadual) e do Alex, líder do prefeito na Câmara, e do Atahyde Nery (ex-vereador, presidente estadual do PPS) é fazer esta interlocução com os vereadores que ainda não estão na base para garantir que haja governo de coalizão, sempre, é claro, respeitando as indicações e posicionamentos da oposição", explica. paulo-pedra_dbb6f7e4 Pedra justificou sua adesão à base do prefeito e explicou que seria incoerente de sua parte indicar um secretário e não integrar a base depois de ele ter sido nomeado. O vereador destacou que a tática de Bernal de abrir espaço para partidos aliados é a única maneira de salvar seu mandato e usou  a presidente Dilma Rousseff (PT) como exemplo. "A Dilma concedeu ministérios a todos os partidos aliados, deu ministérios ao PSD, que antes apoiava Serra e Alckmin, ambos do PSDB, e hoje o partido integra a base de sustentação de seu governo". Embora esteja na base, Pedra preferiu fazer mistério acerca de seu voto sobre o relatório da Comissão Processante. "Eu ainda não li o relatório todo, estou na página 75 de 130, prefeito dar meu parecer na próxima semana". Pedra antecipou que dos quatro vereadores que podem vir a integrar  a base do prefeito é Alceu Bueno (PSL). "O Alceu é meu amigo pessoal e temos conversado todos os dias, quatro, cinco veze por dia, ele é um forte candidato a integrar a base". Heloísa Lazarini