06 de maro de 2021
Campo Grande 28º 19º

Peemdebistas não querem presença de Cunha em congresso do partido

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunho ( PMDB/RJ) pode não comparecer no congresso da Fundação Ulysses Guimarães, previsto para próxima terça-feira (17). Lideranças da legenda defenderam na última sexta-feira (13) que Cunha evite desgaste com a sua possível participação no evento.

Cunha é alvo da Operação Lava Jato por suspeita de participação no esquema de desvio de recursos da Petrobras e acusado de ter mentido à CPI da estatal ao afirmar que não tem contas bancárias no exterior. Além disso, o peemedebista responde a dois inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) e a um processo de cassação no Conselho de Ética da Câmara.

No encontro de terça-feira, correligionários irão debater alterações no estatuto do partido e propostas para que o Brasil se recupere da crise política e econômica – inicialmente a previsão de pauta era a discussão da eventual saída do partido do governo Dilma Rousseff.

Segundo senadores e deputados do PMDB a presença de Cunha poderá causar desgaste e constrangimentos num momento em que o partido quer usar o encontro para se apresentar como “protagonista” na retomada do crescimento econômico do país.