29 de novembro de 2020
Campo Grande 35º 23º

Prefeitos do PDT, PTB, DEM e PMDB almoçam com Delcídio e sinalizam apoio ao PT

Aproveitando o sucesso do Encontro da Agricultura Familiar realizado pelo prefeito Murilo Zauith (PSB), o senador Delcídio do Amaral pré-candidato do PT ao Governo do Estado reuniu-se com vários prefeitos da região da Grande Dourados durante almoço no Restaurante Kikão na última sexta-feira antes de palestra na Embrapa.

Delcídio foi recepcionado pelo prefeito Murilo que levava a tiracolo os prefeitos da região. Durante o trajeto de 15 km que separa o aeroporto do restaurante o senador conversou sobre política com Murilo. No almoço a mastigação sonorizou o encontro. Por volta das 14h30 Delcídio discursou para os agricultores familiares na Embrapa e daí em diante novamente a eleição de 2014 voltou à pauta.

 Tirando os prefeitos petistas foram vistos almoçando com o senador os prefeitos de Vicentina, Aral Moreira, Itaporã, Douradina, Laguna Carapã, Jatei, Rio Brilhante, Juti e Amambai. Filiados ao PDT, DEM, PTB e até mesmo ao PMDB do governador André Puccinelli, os prefeitos arrastavam suas asas para o pré-candidato petista. Este grupo de prefeitos estava acompanhado dos deputados estadual Paulo Correa e do federal Antonio Carlos Biffi, que “comandam” estes feudos eleitorais nestes municípios.

O deputado estadual José Teixeira (DEM) que sonha em ser candidato a vice-governador na chapa petista também estava presente. Teixeira é o “sonho de consumo” do prefeito douradense Murilo Zauith, numa composição para disputar o Governo do Estado. Neste caso o apoio do PSB custaria ao PT a abertura da vaga de candidato ao Senado, podendo ser para a empresária Cecília Zauith ou mesmo para o próprio Murilo.

Os prefeitos preferiram não falar sobre políticos e perguntados sobre o apoio ao candidato petista do Governo do Estado limitaram-se apenas a dizer que estavam simplesmente almoçando e buscando mais informações sobre os assuntos que estavam sendo abordados nos debates do Encontro da Agricultura Familiar.

Nicanor Coelho, de Dourados