19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

MINISTRO DE LULA

Quem é Wellington Dias

A- A+

O ex-governador do Piauí e senador eleito Wellington Dias (PT-PI), de 60 anos, será o futuro ministro do Desenvolvimento Social, disse na 5ª.feira (22.dez), o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Ele é formado em letras pela Universidade Federal do Piauí (UFPI) e fez carreira como bancário, sendo concursado da Caixa Econômica Federal.

A pasta é responsável pela administração do Auxílio Brasil, que deve voltar a se chamar Bolsa Família.

Natural do município piauiense de Oeiras, José Wellington Barroso de Araújo Dias ou simplesmente Wellington Dias, tem uma trajetória política invejável, tendo governado o estado por quatro vezes (2003-2010 e 2015-2022), além de também ter sido senador, de 2011 a 2014.

Ele iniciou a sua carreira política em 1992, quando se elegeu vereador da capital Teresina. Em 1994 foi eleito deputado estadual e também presidente do diretório regional do PT (1995-1997). Nas eleições de 1998 foi eleito o primeiro deputado federal pelo PT no Piauí.

Fenômeno das urnas, as gestões do senador eleito fizeram o Piauí avançar em todos os indicadores econômicos e sociais.

Mesmo o resumo surpreende: o PIB do Estado passou a crescer acima do Nordeste e do Brasil, a internet é a 2ª mais veloz do Brasil, todos os municípios passaram ser interligados por asfalto, é campeão em vacinação contra a Covid-19, o salário de professores é superior ao piso nacional e tem o ciclo completo da educação, inclusive superior, em todos os 224 municípios.

Agora, Wellington Dias terá um novo desafio, como titular do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), responsável pelas mais importantes ações sociais do governo.

Entre elas o carro-chefe, o Programa Bolsa Família que tem como missão principal tirar mais de 30 milhões de famílias brasileiras do mapa da fome, ao qual o país retornou de maneira vergonhosa perante os olhos do mundo, através da irresponsabilidade, falta de sensibilidade e de uma premeditada desconstrução social do governo Bolsonaro.