11 de agosto de 2020
Campo Grande 33º 20º

Regiões beneficiadas pelas casas da Emha serão definidas hoje à tarde

Diana Christie e Heloísa Lazarini

O secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle, Wanderley Ben Hur juntamente com o procurador-geral do município, Luiz Carlos Santini e o diretor-presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação), Amilton de Oliveira, estiveram na Câmara Municipal na manhã de hoje para explicar aos vereadores a suplementação orçamentária referente a verbas para construção de casas para pessoas inscritas na Emha.

Faltavam na suplementação de R$ 9 milhões, dados sobre a quantidade de famílias beneficiadas pelo projeto, além das regiões que seriam contempladas. A principal dúvida é se as pessoas da região da Cidade de Deus, que fizeram protestos em frente à Câmara Municipal na semana passada e em frente à prefeitura de Campo Grande na manhã de ontem, estão incluídas neste projeto. O diretor-presidente da Emha ficou de enviar os dados até o final da tarde de hoje, para que a suplementação possa ser votada pelo legislativo amanhã.

O segundo projeto de suplementação enviado pelo executivo, no valor de R$ 108 milhões, ainda não foi discutido. Porém, ficou acertado que na sexta-feira de manhã, vereadores e representantes da prefeitura se encontrarão para acertar os detalhes do projeto.