21 de junho de 2021
Campo Grande 27º 16º

Governador eleito, Reinaldo Azambuja anuncia hoje "secretariado técnico"

A- A+

O governador eleito, Reinaldo Azambuja (PSDB) anuncia hoje os nomes que irão compor seu secretariado a partir de 2015. Azambuja até então anunciou apenas nomes ligados pessoalmente a ele e ao seu partido o PSDB. O tucano, desde que assumiu deixou claro que iria estruturar sua equipe com quadros técnicos sem partidarizar secretarias, o que tem desagradado partidos aliados de primeira e última hora.

Até então estão confirmados, Eduardo Riedel na Secretaria de Governo, Sérgio de Paula na Casa Civil, Marcelo Miglioli  vai para a Secretaria de Infraestrutura, Márcio Monteiro assume a Secretaria de Fazenda, Rose Modesto ficou responsável  pela pasta de Direitos Humanos e Assistência Social e o procurador de Justiça, Silvio Maluf foi indicado para a Segurança Pública.

Alguns outros nomes já cogitam integrar o time do tucano, como Nelson Tavares (Saúde), Maria Cecília Amendola (Educação) e Ademar da Silva Júnior (Produção e Agricultura Familiar).

Ao que tudo indica, Carlos Alberto Assis, que coordenou a campanha de Reinaldo na Capital, pode assumir o Detran-MS ou outra pasta do governo, assim como os presidentes dos partidos SD, Alessandro Menezes e Athayde Nery, do PPS, que podem ficar a frente de secretarias ou fundações da nova administração.

O DEM (Democratas) também espera ter representantes no governo de Azambuja, e existe possibilidade de Reinaldo nomear no primeiro ou segundo escalão membros do PDT, que apoio o candidato Delcídio do Amaral (PT) durante as eleições.

Já Rodrigo Mendes, que esteve no marketing de Reinaldo, pode assumir a Secretaria de Comunicação. Felipe Matos que participou da maioria das reuniões de transição, assim como da reforma administrativa de Azambuja, deve ficar no cargo de assessor jurídico do governo estadual.

Heloísa  Lazarini