17 de junho de 2021
Campo Grande 26º 15º

Reinaldo Azambuja toma posse hoje e dá início ao que promete ser "Novo Tempo" em MS

A- A+

Eleito com 741.516 votos, no dia 26 de outubro deste ano, o novo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) será empossado hoje e promete a partir de amanhã iniciar o que ele chama de "Novo Tempo" em Mato Grosso do Sul.

Reinaldo começou sua campanha em terceiro colocado, foi ao segundo em uma disputa apertada com o então candidato favorito senador Delcídio do Amaral (PT) e com uma diferença de quase 11% de votos derrotou o petista.

Por enquanto, Reinaldo tem demonstrado sinais claro de mudança no estilo de gestão. Ao contrário de André Puccinelli (PMDB), que comandou o Estado durante oito anos, Reinaldo iniciou planejamento de seu governo aos moldes de gestores considerados mais modernos por incorporar à administração pública estratégias e padrões de trabalho do setor privado. Todo governo de Reinaldo foi estruturado sob consultoria do Movimento Brasil Competitivo, que auxilia estados, municípios e empresas privadas na busca de melhor desempenho.

Outra mudança clara apresentada por Reinaldo foi em relação à composição do primeiro escalão de seu governo. Começou enxugando a máquina e extinguiu duas das 15 secretarias de Puccinelli e já anunciou que irá cortar comissionados, o quanto for necessário para garantir que o Estado que terá volume maior de despesas não entre em crise logo no primeiro ano. Hoje, dos 2800 cargos comissionados em aberto, cerca de 2200 estão preenchidos.

Além de reduzir número de funcionários e buscar trabalhar com bases na meritocracia, Azambuja, ao contrário do que é esperado, não partidarizou secretarias nem abriu espaço aos aliados políticos no primeiro escalão. Deixou isso para segundo escalão, para fundações e instituições importantes, mas não como o peso de uma secretaria.

Hoje, Reinaldo tome posse e se cumprir sua principal promessa de campanha logo de início, amanhã o governador já deve dar início ao mutirão da saúde que será realizado no interior do Estado e também na Capital. Hoje, Reinaldo deve anunciar o 13° secretário, responsável pela pasta da agricultura e também o comandante da Polícia Militar e dos Bombeiros.

Heloísa Lazarini