19 de maio de 2024
Campo Grande 17ºC

NOVO GOVERNO

Riedel mantém três e anuncia dois novos secretários

Foram anunciados titulares de mais quatro secretarias e da CGE

A- A+

O governador eleito Eduardo Riedel (PSDB), anunciou na manhã desta 3ª.feira (20.dez.22) a manutenção de Carlos Videira como secretário de Segurança Pública e Justiça do Estado (Sejusp). 

“Decidi manter o secretário Carlos Videira à frente da Segurança Pública e Justiça, em reconhecimento ao trabalho de excelência prestado nesses anos pelas nossas forças de segurança.  O comando renovado do Carlos Videira é a garantia de que não haverá risco de descontinuidade dos atuais esforços, programas e avanços na recomposição dos efetivos; forte modernização tecnológica e a infraestrutura necessária em equipamentos para a garantia da capacidade operacional”, justificou Riedel.

Riedel apresentou secretariado em coletiva à imprensa nesta 3ª. Foto: Saul SchrammRiedel apresentou secretariado em coletiva à imprensa nesta 3ª. Foto: Saul Schramm

Jayme Verruck também continua chefe da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação (Semadesc). “O secretario Jayme Verruck continua à frente dos desafios do nosso processo de desenvolvimento, realizando um trabalho que recebe um altíssimo reconhecimento em todo o nosso estado, tal a dimensão transformadora que alcançou. Jayme vai enfrentar um dos mais complexos desafios do nosso tempo que é a intensa fase de industrialização do Agro sul-mato-grossense e a transformação progressiva da nossa economia, para alcançarmos a ambiciosa meta coletiva de estado carbono zero já em 2030, cujas bases foram lançadas agora, com o término do nosso inventário de emissões de efeito estufa”, avaliou.  

Riedel também manteve Carlos Eduardo Girão no comando da Controladoria-Geral do Estado (CGE).“Girão segue à frente da CGE com a responsabilidade de concluir e efetivar um dos mais vistosos projetos da administração pública moderna, a rede de compliance, que começou a ser instalada em cada uma das nossas unidades administrativas. O desafio é grande, porque já não se trata mais de apenas cumprir o nosso dever, combatendo efetivamente a corrupção, mas prevenir a sua ocorrência, impedir que ela aconteça”, considerou Riedel.  

Carlos Eduardo Girão continua na CGU. Foto: Tero Queiroz Carlos Eduardo Girão continua na CGE. Foto: Tero Queiroz 

O deputado eleito, Pedro Caravina, foi anunciado secretário de Governo do Estado (Segov). “Decidi convidar para a Secretaria de Governo o ex-prefeito e hoje deputado Pedro Caravina, que irá contribuir diretamente com o nosso processo de municipalismo e vai gerir os contratos setoriais de gestão do estado como guardião do nosso plano de governo. Um plano ousado, mas objetivo, prático, que foi feito para gerar resultados”, analisou.

E o médico Maurício Simões Corrêa foi anunciado secretário de Saúde (SES). “Maurício vem  para somar com uma larga experiência na gestão de saúde, e vem para esse grande desafio que é conduzir essa pasta e todas as suas ações”

O governador destacou que todos nomes anunciados até aqui terão como missão principal garantir o crescimento do estado. "Precisamos ter foco, eficiência, produtividade e resolutividade, em especial porque a conjuntura que nos espera adiante tende a ser extremamente desafiadora, com um cenário de menor crescimento do mundo e do Brasil e, portanto, uma menor dinâmica econômica. Vamos respeitar cada centavo de dinheiro público pago com o sacrifício das empresas e dos cidadãos. É nossa obrigação fazer estes investimentos retornarem à sociedade em forma de obras, projetos e programas transformadores da nossa realidade”, enfatizou.

Para o vice-governador, Barbosinha, os secretários anunciados nesta terça-feira possuem uma grande missão de colocar em prática os pontos do Plano de Governo e também se embasarem no relatório final do governo de transição. “Teremos uma grande equipe de governo, conectada, produtiva, com foco de melhorar ainda mais a qualidade dos gastos públicos, um dos maiores desafios do estado, atualmente”, concluiu Barbosinha.

CARLOS VIDEIRA | SEJUSP

Chefe da Sejusp, Antônio Carlos Videira. Foto: Saul SchrammChefe da Sejusp, Antônio Carlos Videira. Foto: Saul Schramm

Antônio Carlos Videira, ingressou na carreira da área da Segurança Pública no ano de 1990, quando foi aprovado no concurso para Escrivão de Polícia, e no mês de outubro tomou posse na Delegacia de Polícia Civil de Fátima do Sul. Logo depois, atuou no Grupo de Operações de Fronteira (GOF), na época comandado pelo coronel da Polícia Militar, Adib Massad, onde permaneceu até 1999.

Em 1995 concluiu a graduação de Bacharel em Direito e na sequência cursou pós-graduação em Processo Civil. Aprovado no concurso para Delegado de Polícia Civil assumiu no ano 2000. No final de 2014, Carlos Videira atingiu o topo da carreira de Delegado sendo promovido para classe especial, e em seguida no início de 2015 passou a ocupar o cargo de Superintendente de Segurança Pública da Sejusp. Em reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo de sua carreira, no mês de abril de 2016, assumiu a função de secretário adjunto da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública e, em 20 de dezembro de 2017 passou a comandar a Sejusp/MS.

JAYME VERRUCK | SEMADESC

Secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck. Foto: Saul SchrammSecretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck. Foto: Saul Schramm

Economista, mestre em Economia Rural pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), doutor em Desenvolvimento e Planejamento Territorial pela Universidade Complutense de Madrid (UCM) e possui cursos de formação executiva em Estratégias e Inovação pelo INSEAD/França e pela Universidade da Pensilvânia/EUA (Wharton), e pelo Programa CEO FGV.

Foi Diretor Corporativo do Sistema Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul (FIEMS), responsável pela gestão estratégia do SESI, SENAI, IEL e FIEMS.

Ex-professor de Economia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), ex-professor convidado da Fundação Getúlio Vargas (FGV), ex-sócio da FGV em Campo Grande e Cuiabá e ex-Diretor Regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial Departamento Regional de Mato Grosso do Sul (Senai/MS).

CARLOS EDUARDO GIRÃO | CGE

Chefe da CGE - Carlos Eduardo Girão.Chefe da CGE, Carlos Eduardo Girão. Foto: Saul Schramm

Carlos Eduardo Girão é formado em Ciências Econômicas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, em 1995; e em Direito pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), em 2001; tem mestrado em Administração Pública e Governo pela Fundação Getúlio Vargas (2005) e diversos cursos de liderança e equipe.

Ele já trabalhou como diretor de Gestão Interna do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU); chefe de Gabinete da Secretaria-Executiva da Controladoria-Geral da União; chefe da Controladoria Regional da União em São Paulo; chefe da Controladoria Regional da União em Mato Grosso do Sul; e Analista de Finanças e Controle chefe-substituto da Controladoria Geral da União em Mato Grosso do Sul.

PEDRO CARAVINA | SEGOV

Caravina, chefe da Segov. Caravina, chefe da Segov. Foto: Saul Schramm

Deputado Estadual eleito pelo PSDB, é formado em Direito e pós-graduado em Gestão Pública, esteve à frente da administração do município de Bataguassu por dois mandatos, além de outros dois mandatos à frente da presidência da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul). Caravina é delegado aposentado e integra a Executiva Estadual do PSDB na função de primeiro-secretário.

DR. MAURÍCIO SIMÕES CORRÊA | SES

Maurício Simões Corrêa, chefe da SES.Maurício Simões Corrêa, chefe da SES. Foto: Saul Schramm

Pasta importantíssima e estratégica da gestão, responsável por um intenso trabalho de conclusão da regionalização da saúde, ampliação de serviços e de fortalecimento de políticas públicas efetivas para atenção básica da saúde, melhorar a performance dos hospitais estaduais.

“Médico com larga experiência, mas acima de tudo um gestor. Presidiu a Unimed por duas vezes, depois a federação das Unimeds no Mato Grosso do Sul, uma larga experiência na gestão de saúde, e vem para esse grande desafio que é conduzir essa pasta e todas as ações delas e somar sua experiência”, disse Riedel.

Entre os desafios da pastas estão a criação de policlínicas nas quatro regiões de saúde com serviços de imagens e bloco de atenção multiprofissional para apoio neuropsicomotor, voltados às doenças genéticas, crônicas, degenerativas e transtornos intelectuais (autismo), além da ampliação do uso da telemedicina, medicina bioeletrônica e inteligência artificial fortalecendo a interface entre Saúde e Ciência.

Maurício Simões Corrêa, cirurgião de cabeça e pescoço, médico conceituado em Mato Grosso do Sul, gestor reconhecido, que tornou as instituições que presidiu referenciais nacionais. Foi da direção da Unimed Campo Grande, onde ocupou vários cargos diretivos na entidade, em diferentes mandatos, entre eles, o de diretor financeiro e diretor-presidente. Foi diretor-presidente da Federação da Unimed Mato Grosso Sul e também diretor-presidente da Unicred.

Vamos lembrar que com esse anúncio de hoje, ao todo, o novo governo completa 10 nomes oficializados na equipe. A 1ª leva de anúncios foi na 3ª (13.dez.22). Relembre aqui os nomes anunciados na semana passada.