24 de maio de 2024
Campo Grande 23ºC

EMPATADO

TRE-PR retoma julgamento da cassação de Sérgio Moro

O julgamento iniciado em 1º de abril foi suspenso e está empatado em 1 a 1

A- A+

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) retoma hoje a análise de duas ações que pedem a cassação do mandato e a inelegibilidade do senador Sergio Moro (União Brasil-PR), ex-juiz da Lava Jato.

O julgamento iniciado em 1º de abril foi suspenso e está empatado em 1 a 1, aguardando os votos de cinco juízes. Há expectativa de placar apertado a favor da cassação, caso seja confirmada, Moro poderá recorrer ao TSE.

O relator Luciano Carrasco Falavinha votou contra a cassação, argumentando a ausência de provas suficientes de crimes eleitorais e mencionando a tentativa do PT de impedir a participação política de Moro. Eis a íntegra.  

As ações foram movidas pelo PL e pela Federação Brasil da Esperança (formada pelos partidos PT, PC do B - Partido Comunista do Brasil e PV - Partido Verde), acusando Moro de abuso de poder econômico e outras irregularidades.

Eis o placar do julgamento até o momento:

  • 1 voto contra a cassação: Luciano Carrasco Falavinha (relator);
  • 1 voto a favor: José Rodrigo Sade.

Faltam votar ainda:

  • Juiz Julio Jacob Junior;
  • Juiz Anderson Ricardo Fogaça;
  • Juiz Guilherme Frederico Hernandes Denz;
  • Juiz Sigurd Roberto Bengtsson (presidente do TRE-PR).

As ações foram protocoladas por partidos que acusam Moro de abuso de poder econômico e irregularidades durante sua candidatura ao Senado após pré-campanha à Presidência.