19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

GOVERNO FEDERAL

"Um dia de recomeço" para o Turismo brasileiro

Ministra revela que irá trabalhar para reverter medida bolsonarista que cortou 74% da verba pública ao setor

A- A+

Daniela Carneiro assumiu nesta 2ª.feira (2.jan.23) o cargo de ministra do Turismo do governo Lula (PT). 

Ela disse, durante a cerimônia de posse em Brasília (DF), que este é “um dia de recomeço” para o setor.

Em discurso, Daniela afirmou que irá trabalhar pelo aumento do orçamento do Ministério do Turismo, pela redução dos preços das passagens aéreas, a fim de estimular o turismo regional, promover o turismo inclusivo e fortalecer a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur).

Carneiro lembrou que esse movimento acontece em um momento emblemático, no mês em que o Ministério do Turismo completa 20 anos de existência, criado ainda durante o primeiro mandato do presidente Lula. "O presidente Lula traz em seu DNA o entendimento do turismo como gerador de desenvolvimento econômico e social", pontuou.

Carneiro fez questão de externar a surpresa da equipe de transição em relação ao orçamento anual previsto para 2023 do Ministério do Turismo, que é de R$ 19 milhões, uma redução de 74%, e prometeu trabalhar para reverter esta situação.

De acordo com ela, “é impossível ignorar uma atividade que representava 8% do Produto Interno Bruto (PIB) antes da pandemia de Covid-19. Principalmente por que este é um segmento que envolve mais de 50 atividades econômicas, e que pode e deve ser ainda maior, alcançando a estatura de todo o nosso potencial”.

A necessidade da promoção de um turismo mais inclusivo e sustentável e que priorize a defesa dos direitos da criança e do adolescente, com o objetivo de dizimar a exploração sexual e o trabalho infantil também fizeram parte da fala da ministra, que visa uma gestão de resultados, capaz de transformar a realidade social das pessoas. “Fortalecer o turismo significa gerar mais renda, mais emprego e combater à fome. Fomentar o turismo regional é levar mais desenvolvimento para todos que ali vivem, mais qualidade de vida e mais dignidade para a nossa população”, completou.

Por fim, a ministra garante que priorizará ações de valorização dos servidores e de fortalecimento da relação com dirigentes e entidades do setor. “Queremos uma escuta ativa, que favoreça à retomada de um melhor caminho para o turismo no Brasil”, afirmou.