24 de outubro de 2020
Campo Grande 29º 23º

Vereador conversa com os dois lados e espera melhor proposta para decidir voto

alceu bueno O vereador Alceu Bueno (PSL) tem protagonizado o cenário político da Capital nesta semana devido à incerteza gerada em torno dele em relação ao seu voto na sessão de julgamento do prefeito Alcides Bernal (PP), que começa hoje às 14h. Alceu tem negociado seu voto às escondidas com a base e com a oposição. O vereador, que já provou ter bem mais de uma palavra, a cada hora diz uma coisa diferente à imprensa. Recentemente, ele disse ter conversado com senador Delcídio do Amaral (PT) que supostamente havia lhe pedido para votar contra cassação de Bernal. Horas depois, ele mesmo desmente a versão. Isso tudo tem levado os aliados de Bernal e aqueles que observam atentamente a política a crer que Alceu Bueno, por essas e outras, não é nada confiável. O vereador hora defende Bernal, ele inclusive se encontrou algumas vezes com o prefeito, hora acompanha oposição. Alceu tem mudado de lado de acordo com seus interesses pessoais como sempre o fez, prova são as conversas entre ele e seus correlegionários de partido, quando Alceu, descaradamente, cobrou taxas indevidas de membros do partido. Basta lembrar que no final de 2013 depois de ter sido notificado pela prefeitura por ocupar uma área pública ilegalmente, Alceu passou a defender Bernal, parou com os ataques ao prefeito e começou a se aproximar dos vereadores da base. Hoje, no dia decisivo, sabe-se que ele tem negociado com os dois lados e está à espera da melhor proposta para escolher se vota ou não pela cassação de Bernal. Aliás, esta não é a primeira vez que Alceu Bueno cria artifícios para se beneficiar. Recentemente foi descoberta mais uma das "artes" do vereador que tem conseguido nos últimos dez anos levar a todos na conversa mostrando uma face que não é necessariamente a sua. Heloísa Lazarini