02 de dezembro de 2021
Campo Grande 30º 22º

Zé Teixeira afirma que apoio de Wander Alves ao PT já estava previsto

A- A+

A vinda de Lula a Campo Grande na tarde de ontem gerou algumas revelações de integrantes de partidos que a princípio não iriam apoiar o pré-candidato a governo do Estado, Delcídio do Amaral (PT), como é o caso do presidente municipal do DEM (Democrátas) de Anastácio, Wander Alves (DEM), que declarou apoio ao petista.

Zé Teixeira garante não ter ficado surpreso com a declaração de Wander, e acredita que esse apoio já estava previsto, pois ambos tem uma boa relação, e também porque o Democratas, por diversas vezes já esteve ao lado dos petistas em projetos políticos.

Além disso, o parlamentar não acredita que esse apoio deva ter algum tipo de punição, como a expulsão de Wander da sigla. “Esse foi um compromisso feito anteriormente. A política não é feita com o partido e sim com a pessoa, se eles têm um bom convívio e um participa na política do outro, não tem motivos para expulsão”, afirmou.

Além disso, Zé lembrou que a pessoa é livre e que as ações são feitas dentro do município. O deputado não considera traição e não irá fazer represálias ao nome de Wander. O deputado também ressaltou que a aliança com Azambuja ainda não foi ratificada. Zé Teixeira explica que o PSDB ofereceu a vice-governança a ele e caso o convite for aceito, será  firmada então a aliança entre os tucanos e o democratas.

Tayná Biazus