28 de fevereiro de 2021
Campo Grande 33º 21º

Ônibus

Após atentados, PM aumenta efetivo para o próximo domingo

Após atentados a dois ônibus em Campo Grande e princípio de rebeliões em presídio do Estado. O Comando Geral da Polícia Militar divulgou na manhã desta quinta-feira (14) que 110 policiais inativos foram convocados para fazer segurança da população, onde está previsto de ter protesto a favor do impeachment da Dilma no próximo domingo (17) na Capital.

De acordo com o Coronel Francisco Assis Ovelar, a intenção é evitar novos ataques e também manter a segurança para as pessoas que desejarem ir às ruas no domingo. Os grupos a favor e contra o processo articulam desde quarta-feira (13) como vão acompanhar a votação.

“Nossas equipes estão nas ruas para que se houver uma nova ação, possamos agir preventivamente”, disse Ovelar. Os atentados aconteceram na madrugada desta quinta-feira em dois ônibus nos bairros São Conrado e Aero Rancho. Os criminosos atearam fogo e um dos casos as chamas atingiram a fiação elétrica.

Conforme a Polícia Militar, os princípios de rebeliões ocorreram em Três Lagoas, Dois Irmãos do Buriti, Corumbá, Dourados, Ponta Porã. Sobre os atentados o Coronel disse que “Já foi identificada a pessoa que mandou, a ordem partiu de dentro do presídio”. A ação dos criminosos foram realizadas em represália a “Operação Pente Fino” , que ocorreu ontem (13) na penitenciária.