08 de maro de 2021
Campo Grande 30º 20º

TENTATIVA DE HOMICÍDIO

Após tentar executar empresário, mulher, amante e mais 6 são presos

Estranho caso levará até a vítima para a cadeia

Valdirene Fiorentino da Silva, de 35 anos, é suspeita de encomendar a morte do marido, empresário do ramo de turismo José Pereira Barreto, de 38 anos, que ainda se encontra internado no Hospital da Vida em Dourados, a vítima foi atingida com um tiro nas costas, teve ferimentos ao bater a caminhonete ao tentar fugir do autores, no entanto, não corre risco de morte. 

Conforme o site Dourados News, o atentado aconteceu na tarde desta quarta-feira (13), a vítima foi baleada dentro de uma caminhonete S-10 que conduzia, na rua Cuiabá, em Dourados. Cerca de R$ 542,600 foram apreendidos na casa e carro da vítima.  

Segundo o site, o suspeito de ter efetuado os disparos foi contratado por Valdirene e pelo amante. Outras três pessoas contratadas por Valdirene teriam participado do esquema para execução.  

Todos os suspeitos estão presos e serão apresentados pelo Setor de Investigações Gerais (SIG) às 15h de hoje (14).

SUSPEITA 

Logo após a tentativa de homicídio contra o empresário, Valdirene teria comparecido a delegacia, denunciando o caso, no entanto, a mulher estava desaparecida desde o dia 10, o que de imediato levantou suspeita sobre a esposa. O esposo da mulher gerou comoção na cidade em busca da esposa.  

José chegou a procurar o Correio do Estado, na ligação, o homem disse ao jornalista, que a esposa estaria desaparecida ha pouco mais de uma semana, e solicitava que fosse realizada uma matéria para que ele encontrasse a companheira.  

O CASO 

Valdirene Fiorentino. Foto: Reprodução/Dourados News

Após desconfiarem da mulher, os policiais começaram a questioná-la, entrando em contradição, a mulher acabou confessando ser a mandante da tentativa contra o José. 

À polícia, Valdirene contou que era agredida constantemente pelo marido e teria iniciado uma relação extraconjugal com Pedro Jorge (amante), relacionamento esse que foi descoberto por José. 

Ainda segundo a mulher, ela teria se ajuntado ao amante, e juntos, teriam tramado a morte do empresário. 

Com cerca de R$ 20 mil, a dupla saiu a procura de "funcionários" para que esses realizassem o crime. O casal acabou fechando "negócio" com Paulo Vitor dos Santos, de 32 anos, David Jonathan dos Santos, de 29 anos, e Leandro Alves Gonçalves, 32 anos.

Após a negociação, o trio teria se encarregado de contratar outras duas pessoas para cometer o assassinato, esses identificados como Charles Barros de Lima Ribeiro, de 21 anos, e João Alves Cardoso, de 26 anos. 

Com a quantia em dinheiro paga por Valdirene, a  dupla teriam adquirido uma Honda Twister e um revólver 357, ambos usados na tentativa. Um ficou responsável de pilotar a moto enquanto o comparsa realizou os disparos. 

Todos acabaram presos e encaminhados ao 1º Distrito Policial de Dourados. 

Além dos sete, a vítima José Pereira Barreto, também será encaminhado a uma das celas do 1ºDP, assim que deixar o hospital, isso porque na casa dele foi encontrado uma pistola 357 e mais R$ 449 mil, ainda segundo a polícia, na caminhonete do empresário tinha uma pistola 9 milímetros e outra grande quantia em dinheiros, cerca de R$ 63,6 mil.  

Todos os suspeitos foram presos e o caso será investigado.