22 de maio de 2024
Campo Grande 28ºC

PRONUNCIAMENTO

Acusada de apoiar Bolsonaro, Claudia Leitte apaga imagem de arma e bíblia

Claudia Leitte: internautas cobraram posicionamento político da cantora após imagem suspeita

A- A+

Claudia Leitte foi criticada ao mostrar uma decoração controversa em sua casa. No Instagram, a cantora exibiu nos Stories um abajur em formato de revólver e uma bíblia debaixo do adereço. Isso chamou a atenção dos seguidores da artista, que começaram a questionar o posicionamento político dela. Claudia apagou a foto e se pronunciou.

"Os Stories que postei não têm qualquer intenção política. O abajur que aparece no vídeo é uma peça de arte criada por um designer francês, que ganhei de presente há mais de 10 anos", se defendeu a cantora.


A ex-jurada do The Voice Brasil explicou que tinha se depararado com um versísculo bíblico em que as "armas de Deus" eram abordadas, e para ela fez sentido colocar os dois objetos juntos. "Fez sentido pra mim, pois havia acabado de ler 'usamos as armas poderosas de Deus, e não as armas do mundo'. E, para mim, não siginifica nada além disso", continuou.


"Marquei o meu amigo que me deu o livro que mostrei no vídeo como sinal de gratidão. Nada além disso. Não passou por minha cabeça nenhuma dessas afirmações que chegaram a mim!", lamentou.

A voz de Baldin de Gelo compartilhou ainda trechos de um site que explica a coleção de abajures em formatos de arma, desenvolvidos em 2005 pelo artista Phillipe Starck. "Nossa vida não vale uma bala. A coleção de armas é um sinal do nosso tempo", informa a página My Decor.

Decoração na casa da cantora