29 de maio de 2024
Campo Grande 9ºC

NOVELA PANTANAL

Bruaca começa entender que foi vítima de agressão e assédio por Tenório

A advogada irá explicar a Maria quais são os primeiros passos a serem dados no caso, e que a dona de casa, sim, tem direito a boa parte dos bens do marido

A- A+

Graças a ajuda de José Leôncio (Marcos Palmeira), Maria Bruaca (Isabel Teixeira) vai passar a entender que foi vítima de agressão e assédio por anos por Tenório (Murilio Benício).
 O fazendeiro irá contratar uma advogada para ajudar a dona de casa nos trâmites do divórcio.

Quem entra em cena é a atriz Luciana Borghi, que dará vida a advogada Maria Eugênia. Ela irá explicar a Maria quais são os primeiros passos a serem dados no caso, e que a dona de casa, sim, tem direito a boa parte dos bens do marido.

“E eu só estou dizendo que, além da violência física, existem outros tipos de violência: moral, psicológica e até mesmo patrimonial”, contextualizará a advogada.


“Em outras palavras: a doutora tá dizendo que não precisa levar umas bordoadas pra ser vítima de violência doméstica”, dirá José Leôncio. “Não é porque a senhora nunca apanhou dele que a senhora não foi vítima de violência doméstica.”


“Exatamente! Palavras, ofensas ou a imposição, seja através da força de ameaças, do controle financeiro ou da forma que for, se configuram como casos de violência doméstica”, explicará a profissional.


“A senhora precisa entender que sofreu, além da violência psicológica e moral, o esbulho de seus bens e dos seus direitos, o que caracteriza a violência patrimonial, todas previstas na Lei Maria da Penha.”

Mesmo com todas as explicações, Bruaca passará a ficar com medo sobre o que o marido poderá fazer contra ela. “Primeiro a senhora deve revogar imediatamente a procuração que outorgou para o seu marido”, irá explicar a advogada. “E como é que eu faço isso?”, questionará Bruaca.


“A senhora precisa ir a um cartório e revogar a procuração que deu a ele (…) e deveria assinar mais uma procuração para que eu possa representá-la.” “E quem vai garantir que ele não venha perto de mim aqui no meio desse mato?”, vai perguntar Bruaca.


“A senhora não precisa ter medo de nada, dona Maria… Aqui ele não vai lhe fazer nada. E a doutora vai tá lá, brigando pelos seus direitos”, tranquilizará Zé Leôncio.

“Pantanal” é escrita por Bruno Luperi, baseada na novela original escrita por Benedito Ruy Barbosa. A direção artística é de Rogério Gomes e Gustavo Fernandez, direção de Walter Carvalho, Davi Alves, Beta Richard, Cristiano Marques e Noa Bressane. A produção é de Luciana Monteiro e Andrea Kelly, e a direção de gênero é de José Luiz Villamarim.