24 de maio de 2024
Campo Grande 23ºC

CULTURA E EDUCAÇÃO

Com expectativa de 9 mil pessoas, Festjuv lança programação na Capital

Abertura do Festjuv no dia 25 de abril terá bate-papo sobre literatura e música com Arnaldo Antunes

A- A+

O Festival da Juventude (Festjuv) teve sua programação lançada nesta 2ª.feira (15.abr.24), na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Essa matéria saiu originalmente no TeatrineTV.  

Segundo os organizadores o evento acontece em 25, 26, 27 e 28 de abril nas dependências do Campus na Capital sul-mato-grossense.

Abertura do Festjuv no dia 25 terá bate-papo sobre literatura e música com Arnaldo Antunes, seguido de apresentação musical com voz e violão. Veja a programação completa AQUI

“Serão quatro dias de encontros artísticos, formação, reflexão e debates para, através da cultura compreender a nossa diversidade e fortalecer os espaços democráticos comunitários”, sustentou Andréa Freire, coordenadora do evento.

Andrea Freire ao microfone durante esplanação da programação do Festjuv. Foto: ReproduçãoAndrea Freire ao microfone durante a apresentação da programação do Festjuv. Foto: Reprodução

Ela defendeu que a proposta é promover um festival eclético e inclusivo, para refletir, debater e encantar a juventude .

A estrutura do Festival vai ocupar 8 mil metros quadrados do espaço do Universidade e capacidade para receber até 9 mil pessoas. A estrutura do festival será a seguinte:

  • Dois palcos;
  • 12 estandes;
  • Praça de alimentação;
  • Espaço para troca de livros;
  • Programação iniciando às 9h com palestras e oficinas;
  • Programação seguindo até meia-noite com shows musicais.

Nomes importantes da literatura como Emmanuel Marinho, Raphael Montes, Preta Ferreira, Arnaldo Antunes, Sergio Vaz e Marcelo Rubens Paiva, Luiz Fernando Emediato devem ser destaque no Festjuv.

‘NUNCA VISTO’

O reitor Marcelo Turine durante a apresentação da programação do Festjuv na UFMS. Foto: ReproduçãoO reitor Marcelo Turine durante a apresentação da programação do Festjuv na UFMS. Foto: Reprodução

Instalando-se num dos maiores campus educacionais onde se concentra em grande parte jovens, o Festjuv conta com total apoio da UFMS, na figura do reitor, Marcelo Turine. “Em 45 anos de universidade nunca tivemos um evento tão abrangente”, considerou o reitor. “Somos um patrimônio público e abrir as portas da universidade para o diálogo, as políticas públicas para a juventude é muito importante”, completou Turine.

Além disso, centenas de alunos e professores serão voluntários nos quatro dias de festival. “Abrimos inscrições para quem quisesse participar do trabalho, e mais de 250 alunos, de todos os cursos, se inscreveram para fazer parte do time de colaboradores”, explicou Andrea.

Nilson Rodrigues e Marcelo Turine durante apresentação da programação oficial do Festjuv na UFMS. Foto: ReproduçãoNilson Rodrigues e Marcelo Turine durante apresentação da programação oficial do Festjuv na UFMS. Foto: Reprodução

O coordenador geral do Festjuv, o produtor Nilson Rodrigues, sustentou que o projeto tem trabalhado com a provocação dos quereres dos beneficiários, nesse caso a juventude. “Não podíamos oferecer qualquer coisa aos jovens, precisamos provocar uma discussão sobre o futuro que nos interessa, sobre a solidariedade e a vida comunitária”, defendeu. 

Nilson destacou que a estratégia tem dado frutos, já que houve grande interesse do público pelas oficinas e pelos concursos literários. “Foram mais de 550 inscritos de todo o Estado e a procura pelas oficinas está sendo um sucesso”, celebrou. 

Nilson Rodrigues durante apresentação da programação oficial do Festjuv na UFMS. Foto: ReproduçãoCom os olhos marejados, Nilson Rodrigues celebrou a conquista de realização do Festjuv na UFMS. Foto: Reprodução

Para obter ainda mais engajamento com o projeto, Nilson revelou que faz parte do festival a oferta de acessibilidade dos jovens à universidade: “Teremos ônibus saindo das Moreninhas em vários horários para trazer o púbico e dar oportunidade a todos de participar deste grande encontro”, concluiu.

Idealizado pela Associação dos Amigos do Cinema e da Cultura, o primeiro Festival da Juventude conta com patrocínio do Ministério da Cultura e Governo Federal, com a parceria das secretarias de Estado de Turismo, Esporte e Cultura, de Educação e de Cidadania e com apoio da Fecomércio/SESC, Sebrae-MS e Fetems.

Ao lado esquerdo de Nilson Rodrigues está Landmark Rios, durante apresentação da programação oficial do Festjuv na UFMS. Foto: ReproduçãoAo lado esquerdo de Nilson Rodrigues está Landmark Rios, durante apresentação da programação oficial do Festjuv na UFMS. Foto: Reprodução

O pré-candidato a vereador de Campo Grande, Landmark Rios, esteve no evento de lançamento da programação do Festjuv representando o deputado federal Vander Loubet, autor da emenda federal que viabilizou o festival.  Na ocasião, Rios agradeceu à universidade por ter aberto as portas da instituição para parcerias culturais. “A presença do Estado, através da Fundação de Cultura do MS [FCMS], também é fundamental neste processo de inclusão dos jovens à cultura”, disse.

O reitor Marcelo Turine aponta na direção da gerente de Patrimônio da FCMS, Mely Sena, durante apresentação da programação oficial do Festjuv na UFMS. Foto: ReproduçãoO reitor Marcelo Turine aponta na direção da gerente de Patrimônio da FCMS, Mely Sena, durante apresentação da programação oficial do Festjuv na UFMS. Foto: Reprodução

A gerente de Patrimônio histórico-cultural da FCMS, Mely Sena, parabenizou a organização do evento observando a necessidade de políticas públicas culturais para a juventude. Em sua opinião, este é um nicho para o qual ninguém estava olhando. E finalizou dizendo que a UFMS é um lugar simbólico e perfeito para a realização de eventos desta natureza.