22 de maio de 2024
Campo Grande 23ºC

BABADO

Ex deixa R$ 51 milhões para Pamela Anderson após casamento de 12 dias

Os dois ficaram casados por apenas 12 dias. Em entrevista à revista Variety, Peters revelou ter deixado para a atriz em seu testamento uma quantia de US$ 10 milhões

A- A+

Jon Peters é um famoso produtor de Hollywood, e em 2020 teve um casamento relâmpago com Pamela Anderson. Os dois ficaram casados por apenas 12 dias. Em entrevista à revista Variety, Peters revelou ter deixado para a atriz em seu testamento uma quantia de US$ 10 milhões (cerca de R$ 51 milhões).

 

“Eu sempre amarei Pamela, sempre [estará] em meu coração. Na verdade, deixei para ela US$ 10 milhões em meu testamento”, disse o produtor. “Ela nem sabe disso. Ninguém sabe disso. Estou falando isso pela primeira vez para você. Eu provavelmente não deveria estar dizendo isso. Então isso é para ela, quer ela precise ou não”, declarou.

À publicação norte-americana, Pamela também afirmou que ainda tem carinho pelo ex-parceiro: “Ele é ótimo e tem sido uma grande influência na minha vida. Eu o amo até a morte”.

No entanto, até o momento, a atriz não comentou sobre o testamento de Jon. Pamela e Jon se casaram em segredo no dia 20 de janeiro de 2020, e tiveram sua separação noticiada pela imprensa internacional no dia 1º de fevereiro do mesmo ano.

O motivo do rompimento nunca foi revelado. Alguns meses depois da separação, Pamela disse em um comunicado que nunca foi “legalmente casada” com o produtor de Hollywood, e apontou que ele era um “amigo antigo”. “Sem ressentimentos – sem casamento, sem divórcio… apenas um bizarro almoço teatral”, afirmou ela na época.

Em uma entrevista antiga à revista Maxim, da Austrália, Pamela foi questionada sobre como um homem pode conquistá-la. 

“Me mostre algo novo. Toda pessoa é uma jornada para o desconhecido. Trata-se de confiança na natureza selvagem – às vezes isso requer paciência, confiança e uma visão geral. Mas acho que é nos dois sentidos. Perco o interesse facilmente – quero que um homem me ensine. Quero ser tratada como mulher. Essa é uma ladeira escorregadia hoje em dia – é difícil para os homens saberem o que ‘podem’ fazer e é um pouco paralisante nesse movimento progressivo. Mas igualdade não significa feminização – apenas seja homem, seja sensível, seja forte, seja sábio e apenas seja gentil”, justificou a estrela internacional.

Reprodução Instagram