22 de maio de 2024
Campo Grande 23ºC

POLÊMICA

Filhos de Bolsonaro são condenados em caso contra Jean Wyllys

Os filhos do atual presidente Jair Bolsonaro haviam compartilhado um vídeo que indicava que Jean estava conectado a Adélio Bispo, que esfaqueou Bolsonaro em 2018

A- A+

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL) e o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos) foram condenados pela Justiça do Rio a pagar 20 mil reais cada por anos morais contra Jean Wyllys.

Os filhos do atual presidente Jair Bolsonaro haviam compartilhado um vídeo que indicava que Jean estava conectado a Adélio Bispo, que esfaqueou Bolsonaro em 2018.


“As publicações objetos da lide alcançaram diversas pessoas, sendo inequívoco o dano à imagem e à honra do Autor”, disse o juiz Juarez Fernandes Cardoso, do 5º Juizado Especial Cível.

MULTA

O juiz ainda estipulou uma multa diária de 10 mil reais em caso de descumprimento e determinaou que Eduardo e Carlos postassem “a presente decisão” nas mesmas redes sociais que publicaram o vídeo falso de Jean.

“As declarações dos Réus veiculadas em suas redes sociais, que certamente são capazes de atingir um número incalculável de pessoas, exorbitaram o limite de mera opinião pessoal, sendo capazes de ferir a honra, e, até mesmo, colocar em risco a segurança do Autor”, explica Juarez.


O juiz ainda reforçou que os dois réus incitaram outras pessoas a compartilhar o conteúdo: “É possível verificar que foram divulgadas informações, tentando vincular à imagem do Autor à prática de crime de tentativa de homicídio contra o atual Presidente da República, e, ainda que, sem lastro probatório ou indícios suficientes de autoria, vem também a incitar outras pessoas a compartilharem tais informações, difundindo o ódio em relação ao Autor.”