22 de maio de 2024
Campo Grande 28ºC

NOSTALGIA

Mamonas Assassinas voltam com turnê e vocalista conta detalhes emocionantes!

Percorrendo diversos estados do Brasil, e países da Europa e da América do Norte, a turnê "Mamonas Assassinas" promete

A- A+

“Não deixa os cabelos do sacoooooo….” Os fãs dos eternos e revolucionários Mamonas Assassinas já podem respirar aliviados, pois depois de 27 anos do último show, a banda voltará aos palcos com novos integrantes.

Percorrendo diversos estados do Brasil, e países da Europa e da América do Norte, a turnê “Mamonas Assassinas – O filme” promete trazer toda a essência louca e os hits de sucessos que o grupo apresentou ao mundo.


O repertório do show inclui 31 músicas, interpretadas por Adriano Tunes, que vive o baixista Samuel Reoli, Alberto Hinoto, que interpreta o guitarrista Bento, Ruy Brissac, que vive inesquecível vocalista Dinho, Nelson Bonfim, interpretando o tecladista Júlio Rasec e Rhenner Freitas, vivendo o baterista Sérgio Reoli.

Confira o Line-up do show:

Cabeça de bagre
Chopis Centis
Jumento Celestino
1406
Mundo Animal
Vira Vira
Sabão Crá Crá
Robocop Gay
Tema Pantera Cor de Rosa
Bois Dont’ Cry
Débil Mental
Uma Arlindo Mulher
Lá Vem o Alemão
Sábado de Sol
Não peide aqui, baby
Pelados em Santos
Vira Vira à Portuguesa


OS BASTIDORES

Em entrevista exclusiva, Ruy Brissac, o Dinho do filme, contou um pouco sobre como foram os dias de filmagens de uma das histórias mais intensas do Brasil. Segundo ele, foram 3 semanas de preparação.

“O processo de filmagem foi muito intenso, eu tinha que trazer o lado mais humano do Dinho, e isso foi um grande desafio, pois a gente via ele sempre no palco, sempre sorrindo, fazendo as palhaçadas. Então trazer a forma mais humana foi um grande desafio”, começou.


Como um grande ator, Ruy se jogou de cabeça no personagem e não abandonou a persona em nenhum momento: “Eu procurei viver o máximo possível. Quando a gente ia nos dias de ensaio, eu entrava e vivia ele o tempo inteiro, eu não saia do personagem, eu agia como ele, comia como ele, tudo que eu vi em todos os vídeos eu fui trazendo e dando essa pitadinha desse lado mais humano”.

Um dos locais de gravação foi em Itaquaquecetuba, no famoso sítio do Mamonas. “Foi muito legal, senti muita energia. Primeiro dai de gravação lá eu me arrepiei inteiro, agradeci muito por estar vivendo isso. Os pais do Dinho foram lá, me deram todo o apoio possível, me abraçaram, foi muito emocionante, muito bonito”, detalhou.

E também contou sobre a relação com seus colegas de elenco: “Os 5, nós criamos uma sintonia muito bacana, muito positiva, sempre se deu muito bem, não tinha ego, a gente se ajudava muito, era um elenco maravilhoso, tanto os personagens principais, quanto os coadjuvantes. Tinha uma troca muito boa”.