29 de maio de 2024
Campo Grande 18ºC

REPRESENTATIVIDADE

Ministro de Lula anuncia ativista trans na secretaria de direitos LGBT

Além dos elogios, o recado foi dado e movimentou autoridades de Brasília. Lulu falou a respeito da violência contra pessoas LGBTQIA+

A- A+

 

Durante  a semifinal do “The Voice Brasil”, da TV Globo, Lulu Santos fez uma provocação direta para o futuro do governo federal, sob comando de Lula. O discurso do compositor chegou depois da apresentação de Makem, que não passou para as finais, mas recebeu lindas palavras do jurado da atração.

Além dos elogios, o recado foi dado e movimentou autoridades de Brasília. Lulu falou a respeito da violência contra pessoas LGBTQIA+ e protestou por uma secretaria federal que cuide do assunto. “Eu queria lembrar ao novo ministro da Justiça que nosso País segue sendo o que mais mata pessoas LGBTQIA+. E que talvez nesse novo Ministério da Justiça coubesse uma secretaria para cuidar desse assunto”, afirmou.

Posteriormente, Flávio Dino, advogado e futuro Ministro da Justiça, respondeu a Lulu. Ele afirmou que o assunto deve ser fruto de um diálogo com o Ministério dos Direitos Humanos, mas sem fornecer nenhuma garantia a respeito: “Vou dialogar com o ministro dos Direitos Humanos, Silvio Almeida, a fim de que façamos um trabalho conjunto”.


Mais incisivo, o filósofo e futuro, Silvio Almeida, futuro Ministro dos Direitos Humanos lembrou que já existe um espaço na sua pasta para atender às demandas da população LGBTQIA+: “A secretaria LGBTQIA+ já está criada e consta no novo organograma do Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania”.

O futuro chefe também reforçou a parceria com Dino para a ‘preservação da vida’ desse grupo social, que em diversos aspectos é marginalizado pela sociedade: “Eu e o ministro Flávio Dino estamos absolutamente compromissados com a preservação da vida e da dignidade das pessoas LGBTQIA+”.