22 de abril de 2021
Campo Grande 29º 18º

“Na contra- mão do sistema” sexo, só casando

A- A+

No Brasil existe uma mobilização á favor do sexo depois do casamento, ela foi intitulada “Eu Escolhi Esperar” e teve início oficialmente em março de 2011, mas foi no mês de abril que ela se fortaleceu nas redes sociais, levanto milhões de jovens e adultos á pensarem a respeito do assunto, no momento são mais de 2 milhões de seguidores que aderiram á mobilização.

Falar sobre sexo ou sexualidade com jovens e adolescentes era considerado um tabu por muitos anos dentro das famílias, mas já na atualidade isso se tornou necessário, já que as informações chegam através dos inúmeros meios de comunicações existentes.

Esperar até o casamento para ter relações sexuais não é considerado um sacrifício ou penitencia, é realmente uma escolha, e não só religiosa como muitas vezes vem associada, “Bom eu fiz meus votos por muitos motivos, eu levo em conta sim o fato da bíblia dizer que se deve esperar e que é pecado e tal, porém, eu também levo em consideração o respeito que eu quero com meu corpo. No meu ponto de vista a religião é uma ponte para que você possa levar esse voto na sua vida, a família e a criação também interfere um pouco, minha mãe mesmo sempre conversou comigo sobre esperar o casamento tanto por questões religiosas quanto por questões de se dar ao valor”, diz Maria, (nome fictício) que tem 19 anos, e namora á pouco mais de 1 ano e meio, nunca teve relações sexuais e fez voto de castidade até o casamento com seu namorado José (nome fictício) de 18 anos, que também nunca teve relações sexuais.

Quando o assunto é esperar até o casamento, muitos jovens não acreditam que isso seja possível e se perguntam, porque? “Eu escolhi esperar porque vejo o “sexo” como um presente para o casal e para a vida da mulher e do homem que espera. Na bíblia diz que quando se casam se tornam uma só carne e um só espírito, logo, o sexo representa isso dentro de um relacionamento, não é possível ser um só sem ter prestado seus votos perante Deus do seu relacionamento. Também escolhi esperar assim como o José também, porque vemos isso como um presente para nós, acho que chegar no momento e saber que a pessoa também esperou por aquilo quanto você é realmente gratificante. Outro motivo que escolhi também esperar são questões de criação como citei em cima, dar valor ao meu corpo, não que quem faça não se dá ao valor, mas por ser questões de criação e de pensamento meu também.” Conta Maria, sobre o por que da sua escolha. Lembrando que o voto deve ser aceito pelo casal, Maria diz ter partido dela a idéia, mas foi bem aceita por José, “Quando comecei namorar o José, eu já deixei isso bem claro, ele também não teve problemas em aceitar e no fim aceitamos juntos estamos já todo esse tempo apenas esperando. Sem contar que ambos de nós não sentimos a necessidade disso dentro do relacionamento, nós temos a amizade, o companheirismo, a sinceridade que no meu ponto de vista são elementos chaves para que nasça um amor quando a paixão vai embora”.

Os votos e a escolha por esperar são vistos como uma forma de se conhecerem verdadeiramente antes de assumirem o compromisso de um casamento, “A Maria é a mulher que eu amo, eu nunca vou sentir isso por outra mulher, os votos são uma afirmação sobre isso, quando o casal decidi esperar, é porque, algo melhor ainda vai acontecer quando o casamento em sim perante a deus for realizado. Os votos não são difíceis de serem seguidos, pelo contrario é muito fácil e simples, quando duas pessoas se namoram, elas estão se conhecendo a amizade entre elas tem que fluir e crescer, porque é a amizade que faz o amor crescer e não o sexo, namoro não é sexo, namoro é amizade, uma época aonde você  e sua companheira tem que se conhecer e conversar e rir e se divertir, um namoro verdadeiro é isso. Quando o namoro já começa a ter esse tipo de ato, deixa de ser namoro  o casal começa a se encontrar justamente para fazer sexo, e não para terem uma boa conversa e boas gargalhadas.” Comenta José sobre sua escolha.

O movimento das pessoas que resolveram esperar não possui somente membros que nunca tiveram relações sexuais, mas também por aqueles que se desiludiram ao ficarem tentando encontrar a pessoa certa, não conseguiram e agora vão esperar o momento certo para se entregarem novamente. “Eu conheço o movimento sim, já fui em seminários  mas não carrego comigo que o movimento me faz ser virgem até casar, logo, não me incluo  totalmente a ele,  eu acho que o  movimento é  uma maneira bem bacana de orientar jovens e adolescentes, porque ultimamente criança de 12 anos está fazendo coisas absurdas por ai. Não acho que o movimento leve em consideração que quem faz sexo antes não valorize seu corpo, afinal a vida é de cada um, vivemos em uma democracia e se a mesma se sente bem e valorizada ao fazer o ato ela está certa, cada um pensa de um modo e leva a vida que acha melhor.”  Diz Maria em relação ao movimento que também é composto por pessoas que não são mais virgens.

Na verdade as pessoas se enganam quando acham que a campanha é focada na virgindade. O Eu Escolhi Esperar é muito mais que um movimento pró-castidade. Trata a importância de se viver uma vida sexual e emocional de forma pura e santa. Isso não se limita às pessoas virgens. Todas as pessoas que em alguma época de suas vidas perceberam que seria melhor esperar e ouvir a voz de Deus, do que fazer as suas próprias vontades podem escolher esperar. Essa é a missão do Eu Escolhi, para saber mais sobre o movimento, Clique aqui: