19 de maio de 2024
Campo Grande 20ºC

POLÍTICA | FAMOSOS

Xuxa critica fala absurda de Bolsonaro sobre exploração infantil

Xuxa não se calou a respeito do absurdo que é um homem falar dessa forma sobre uma garota

A- A+

Recentemente, um vídeo em que o Presidente da República Jair Bolsonaro fala sobre garotas venezuelanas viralizou nas redes sociais. Nas imagens, ele fala que entrou em uma casa com meninas de 14, 15 anos em uma casa e que “pintou um clima” entre eles. 

O Chefe do Executivo ainda afirma que as adolescentes estavam se arrumando para ‘fazer programa’. Xuxa não se calou a respeito do absurdo que é um homem falar dessa forma sobre uma garota.


Em um longo vídeo, a apresentadora rebateu o argumento de Bolsonaro, que diz sem constrangimento sobre as garotas venezuelanas que vivem em Brasília – tão perto da residência oficial de Bolsonaro, é importante ressaltar. A Rainha dos Baixinhos também incentivou o público a denunciar situações de abuso ou exploração como a que Bolsonaro deu a entender.

Nenhuma criança com 13, 14 anos, se prostitui. Isso aí é exploração sexual de crianças e adolescentes. E isso vai continuar existindo no nosso país enquanto pessoas que sabem disso – através de fotos, como aconteceu com a ministra que disse que tinha fotos nas mãos de crianças que foram arrancadas os dentes”
Leia+: Eleições 2022: Famosos exercem a democracia e votam


Em seguida, Xuxa acusou quem é conivente com esse tipo de prática, ou seja, pessoas que sabem de qualquer tipo de exploração e não fazem nada. Para a apresentadora, uma é tão culpada quanto.

“Ficar com essa informação e não fazer nada, na minha opinião, é tão culpado quanto aquele que faz. Se isso aconteceu e essas pessoas ouviram, viram e não fizeram nada, elas são tão culpadas quanto”, argumenta.


Mais uma vez, a mãe de Sasha ressaltou a história que Bolsonaro contou: entrou na casa com garotas entre 14 e 15 anos, onde elas se arrumavam para se prostituir e que “pintou um clima” entre ele e as adolescentes. O comentário teve até um tom de ironia, tamanho o absurdo da narrativa.

“Eu vi, ouvi um senhor de 67 anos falando que viu meninas de 13, 14 anos, venezuelanas, bonitinhas. Aliás, ele disse que tirou um capacete primeiro e pintou um clima entre eles, porque ele se acha muito delicioso (…). Logo depois ele disse que entrou na casa dessas meninas”, lembrou.


Por fim, Xuxa protestou contra a atitude e se opôs a qualquer prática que vá nesse sentido, convocou outras mães e mulheres para fazerem denuncias e questionou o que Bolsonaro realmente fez na casa com as meninas:

“Essas meninas que ele viu e que ‘pintou um clima’, isso não pode cair no esquecimento. Eu não quero ser conivente com isso. Não quero me sentir culpada por isso. Estou aqui enojada, com raiva, porque ninguém está fazendo nada. Ele pode fazer, por que é presidente? Ele pode, por que é homem?”.

A apresentadora segue:

“Você pode dizer ‘mas ele fez nada, ele só falou’. Será? Será!? Eu não quero me calar. Eu não vou me calar. Estou aqui como mãe, pedindo a você, que é mulher, mãe, avó. Por favor, não deixe passar isso em branco. A gente não pode continuar passando a mão na cabeça dessas pessoas que falam isso e nada acontece.